Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10000
Título: Biossorção de compostos fenólicos de chá em Saccharomyces cerevisiae
Título(s) alternativo(s): The competition between the clarke-eschweiler and pictet-spengler fractions in sequential plug flow
Autor(es): Sena, Ludmila Holz Amorim de
Orientador(es): Haminiuk, Charles Windson Isidoro
Palavras-chave: Fenóis
Chá
Saccharomyces cerevisiae
Adsorção
Leveduras
Compostos bioativos
Química
Phenols
Tea
Saccharomyces cerevisiae
Adsorption
Yeast
Bioactive compounds
Chemistry
Data do documento: 29-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SENA, Ludmila Holz Amorim de. Biossorção de compostos fenólicos de chá em Saccharomuces cerevisiae. 2017. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2017.
Resumo: Os chás são a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Tradicionalmente, eles são preparados através da infusão de folhas de Camellia sinensis e suas versões mais populares são a verde, a preta e a oolong. Eles são considerados uma importante fonte de antioxidantes, incluindo os polifenóis, sendo seus compostos bioativos bastante estudados por conta de seu potencial agente benéfico. Seu consumo tem sido associado à redução da incidência de câncer e doenças cardiovasculares e evidências científicas apontam benefícios para a saúde do consumo de chá verde, havendo também indícios sobre o chá preto, indicando que as catequinas presentes na sua composição possuem função antioxidante, anticarcinogênica, antimicrobiana, antiviral, antiinflamatória e propriedades antidiabéticas. O presente trabalho teve por objetivo investigar o potencial do uso de Saccharomyces cerevisiae como biossorvente para recuperar compostos fenólicos de amostras de chá branco. As isotermas de adsorção obtidas demonstraram que o processo ocorre em monocamada sendo a interação dos compostos fenólicos ocorrida por quimiossorção. Os principais grupos funcionais envolvidos foram os grupamentos amino/hidroxi e amida, fazendo parte também as vibrações de carbonos de dupla ligação. Através da MEV pode-se perceber que a estrutura nas leveduras não se altera com a biossorção, mantendo seu formato oval e granular.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10000
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2017_1_4.pdf1,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.