Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10010
Título: Empréstimo terminológico na tradução de textos técnicos sobre futebol americano
Autor(es): Rodrigues, Fabrizio França
Orientador(es): Polchlopek, Silvana Ayub
Palavras-chave: Tradução e interpretação
Funcionalismo (Linguística)
Futebol - Terminologia
Palavras e expressões
Futebol americano
Translating and interpreting
Functional analysis (Linguistics)
Soccer - Terminology
Terms and phrases
Football
Data do documento: 23-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: RODRIGUES, Fabrizio França. Empréstimo terminológico na tradução de textos técnicos sobre futebol americano. 2017. 94 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras Português/Inglês) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2017.
Resumo: A tradução é uma prática textual que exige muito mais do que o domínio do par de línguas envolvidas no processo tradutório e vai além da busca por equivalências lexicais. Traduzir é, sobretudo, uma atividade comunicativa e envolve elementos como emissor, leitor, contexto e cultura em todos os gêneros textuais. Isso significa que mesmo textos de especialidade, isto é, técnicos, também são influenciados por esses elementos. Representativos de uma grande parcela do mercado de trabalho da tradução profissional, os textos técnicos exigem do tradutor domínio do conteúdo e, consequentemente, do léxico constitutivo do discurso da área de especialidade em questão. Assim o tradutor tece escolhas e lança mão de estratégias para fazer com que o texto funcione, ou seja, comunique algo para o leitor final. A proposta desta pesquisa é analisar a estratégia conhecida como ‘calque’ ou ‘empréstimo terminológico’, a partir da leitura e seleção de termos técnicos presentes em textos online sobre o futebol americano. Uma segunda etapa propõe a tradução integral dos termos selecionados a fim de analisar sua recepção (leitura) entre profissionais conhecedores deste esporte. Acreditamos que essa retextualização gere estranhamentos para o leitor especializado, dificultando sua compreensão e prejudicando a naturalidade do texto, ao mesmo tempo em que corrobora o calque como estratégia para dar conta da complexidade da tradução técnica.
Abstract: Translation is a textual activity that demands a lot more than merely the domain of the languages involved; similarly it goes beyond the search for lexical equivalents. Translating is indeed a communicative act, which encompasses significant agents such as sender, receptor, context and culture, within all sorts of genres, including the so called technical texts. Such modality represents a substantial parcel in the translation market as technical texts demand content domain and the choice of lexical items that depict a specialized discourse within a specific area of work. Thus, the translator choices and strategies are designed to offer a functional text to the receptor, that is, a translated text that is meaningful to the reader. The proposal of this study is to analyze a strategy known as calque or linguistic borrowings from the selection of technical terms found in online texts about Football. A second step proposes the translation of the recurrent selected terms in order to test and analyze the reception of such terminology among football professionals and fans. We expect the retextualization of the terms to bring a feeling of uneasiness to readers, turning one´s comprehension into a difficult and partial reading experience as it impairs the fluency of the text and the reading flow as well as motivating calque as an efficient translation strategy to deal with the complexity of technical translations.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10010
Aparece nas coleções:CT - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COLET_2017_1_4.pdf.pdf981,19 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.