Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10023
Título: Estudo de viabilidade de reservatórios coletivos no amortecimento de vazões de pico em drenagem de águas pluviais para um condomínio em Curitiba – PR
Título(s) alternativo(s): Feasibility study of collective reservoirs in damping peak flows in drainage of rainwater for a condo in Curitiba - PR
Autor(es): Dias, Gilmara Emanuela Leobet
Orientador(es): Freire, Flavio Bentes
Palavras-chave: Inundações
Drenagem
Escoamento urbano
Reservatórios
Águas pluviais
Engenharia civil
Floods
Drainage
Urban runoff
Reservoirs
Rain-water (Water-supply)
Civil engineering
Data do documento: 3-Dez-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: DIAS, Gilmara Emanuela Leobet Dias. Estudo de viabilidade de reservatórios coletivos no amortecimento de vazões de pico em drenagem de águas pluviais para um condomínio em Curitiba – PR. 2015. 84 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015.
Resumo: A falta de planejamento urbano aliada ao crescimento populacional desordenado e aumento dos escoamentos superficiais tem contribuído de forma significativa para problemas relacionados a inundações nos centros urbanos. O atual sistema de drenagem, focado na canalização, baseia-se em um rápido escoamento do excesso pluvial a jusante, contribui para aumentar as vazões de picos e agravar este problema. Assim, tornam-se necessárias medidas alternativas para o manejo das águas pluviais. Este trabalho apresenta um estudo sobre reservatório de contenção de cheias coletivo em um condomínio na cidade de Curitiba - PR, uma alternativa para os problemas de cheias enfrentados pelas cidades brasileiras. Além do dimensionamento do reservatório coletivo, foi realizado um comparativo entre a implantação do reservatório coletivo e a implantação de reservatórios individuais por lote, sendo os reservatórios individuais dimensionados em outra pesquisa. A cidade na qual foi realizada o trabalho possui o Decreto Municipal n° 176 que estabelece critérios para implantação dos mecanismos de contenção de cheias. A área de estudo é composta por 131 lotes residenciais, ruas, calçadas, bosques e gramados, tendo um total de 0,041 km² (41000 m²). O sistema de drenagem do condomínio foi dimensionado pelo método “clássico”, ou seja, todo o escoamento pluvial é direcionado para sarjetas e, captado pelas bocas de lobo somente na iminência de ser superada a capacidade hidráulica das sarjetas, sendo posteriormente encaminhado às galerias. Os parâmetros adotados para o dimensionamento do reservatório coletivo da área de estudo basearam-se no Método Racional e no decreto citado anteriormente. Com o volume recomendado pelo decreto para uma área de reservatório de 444 m² o amortecimento foi de apenas 11,75%. Assim, optou-se por manter a área e considerar um volume de 450m³, o que resultou em um amortecimento de 49,05%. Ao realizar a comparação entre os reservatórios individuais e o reservatório coletivo, os custos foram R$ 200.454,03 com amortecimento da vazão de pico em 33% para os reservatórios individuais e R$ 219.749,92 com a amortecimento da vazão de pico em 49,05% para o reservatório coletivo. A partir dos resultados obtidos pela implantação do reservatório coletivo e da análise dos custos para execução do sistema, nota-se a importância do emprego desse tipo de sistema para redução das vazões de saída que são encaminhadas para via pública. Em comparação aos reservatórios individuais, o reservatório coletivo apresenta maior amortecimento e um sistema de drenagem mais simplificado. Entretendo, através da comparação das reduções da vazão de pico para os volumes estudados, percebe-se que ainda não há regulamentações para cidade de Curitiba que abranjam de maneira satisfatória reservatórios de maior porte.
Abstract: The lack of urban planning combined to disordered population growth and increase of superficial runoff has contributed in a significantly way for problems related to flooding in urban centers. The current drainage system, focused on the plumbing, is based on a quickly flow of rainwater over downstream, contributes to increase the peak flows and intensify this problem. Thus, it becomes necessary alternative measures for the anagement of pluvial water. This essay presents a study about collective full containment tank in a condo in the city of Curitiba - PR, an alternative to the problems of flooding faced by Brazilian cities. In addition to the sizing of the collective tank, there was a comparison between the implementation of the collective tank and the implementation of individual tanks per lot, in which individual ones were sized in other research. The city in which it was executed the work owns the 176th Municipal Decree that establishing criteria for implementation of flood containment mechanisms. The study area consists of 131 residential lots, streets, sidewalks, lawns and woods, resulting in a total of 0.041 km² (41,000 m²). The drainage system of the condo has been designed by the "classic" method, in other words, all the pluvial runoff is directed towards gutters and captured by sluice gates, only in a manner for being overcome the hydraulic capacity of the gutters, being subsequently forwarded to the galleries. The parameters adopted for the design of the collective tank of the study area are based on the Rational Method and on the decree mentioned previously. With the recommended volume by decree for a 444m² of tank area, the amortization was only 11.75%. Thus, it chose to maintain the area and consider a volume of 450m³, which resulted in a damping of 49.05%. When performing the comparison of individual tanks and the collective tanks, the costs were R$ 200,454.03 with the damping of peak flow at 33% for individual tanks and R$ 219,749.92 with the damping of peak flow at 49.05% for the collective one. From the obtained results by the implementation of the collective tank and by the analysis of the costs for the system implementation, it is possible to percept the importance of the use of this type of system in order to reduce output flows that are forwarded to the street. Comparing to individual tanks, the collective one has a higher damping and a more simplified drainage system. However, through the comparison since the peak flow reductions until the volumes studied, it is possible to realize that there are still no regulations for Curitiba`s city that covering satisfactorily large tanks.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10023
Aparece nas coleções:CT - Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_EC_2015_2_04.pdf2,91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.