Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1025
Título: Produção de carvão ativado utilizando como precursor borra de café e sua aplicação na adsorção de fenol
Autor(es): Fonseca, Ana Carolina Carneiro da
Orientador(es): Costa Neto, Pedro Ramos da
Palavras-chave: Carbono ativado
Carvão
Borra de café
Adsorção
Carbon, Activated
Coal
Coffee grounds
Adsorption
Data do documento: 30-Abr-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: FONSECA, Ana Carolina Carneiro da. Produção de carvão ativado utilizando como precursor borra de café e sua aplicação na adsorção de fenol. 2013. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2013.
Resumo: O presente trabalho oferece um estudo sobre o potencial da borra de café como precursora na produção de carvão ativado e sua aplicação na adsorção de fenol. Seguindo um planejamento fatorial 2², as amostras de carvão foram ativadas com soluções de cloreto de zinco ou hidróxido de potássio (ambas com concentração 5 mol/L) e carbonizadas em cápsulas de porcelana ou reator de quartzo em um forno de microondas por 30 minutos. Foram realizados teste de porosidade segundo a metodologia do índice de azul de metileno e número de iodo. A adsorção de fenol foi realizada segundo a metodologia das isotermas e adaptadas aos modelos de Langmuir e Freundlich. A amostra de carvão ativado com KOH e carbonizada em cápsula de porcelana apresentou os melhores resultados de mesoporosidade (59,92 mg/g), microporosidade (606,77 mg/g) e adsorção de fenol (166,67 mg/g) revelando uma eficiência de 92% na adsorção do poluente comparado ao carvão comercial e confirmando o potencial do uso da borra de café como um resíduo de valor agregado para produção de carvões ativados.
Abstract: This paper provides a study on the potential of coffee grounds as a precursor in the production of activated carbon and its application in adsorption of phenol. Following a factorial design two square, samples of coal were activated with solutions of zinc chloride or potassium hydroxide (both concentration 5 mol / L) and carbonised in porcelain capsules or quartz reactor in a microwave for 30 minutes. Test were performed according to the methodology of methylene blue and iodine number. The adsorption of phenol was performed according to the methodology of isotherms and adapted to the Langmuir and Freundlich models. A sample of activated carbon with KOH and carbonized in porcelain capsule showed the best results of mesoporosity (59.92 mg / g), microporosity (606.77 mg / g) and adsorption of phenol (166.67 mg / g) revealing an efficiency of 92% in the adsorption of the pollutant compared to commercial activated carbon and confirming the potential of using coffee grounds as a residual value for the production of activated carbons.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1025
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COPAM_2012_2_14.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.