Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10312
Título: Fórmulas infantis: análise da rotulagem
Título(s) alternativo(s): Child formulas: labeling analysis
Autor(es): Medina, Liliane Soares
Orientador(es): Bortolozo, Eliana Aparecida Fagundes Queiroz
Palavras-chave: Lactentes
Amamentação
Alimentos - Rotulagem - Legislação
Infants
Breastfeeding
Food - Labeling - Law and legislation
Data do documento: 25-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: MEDINA, Liliane Soares. Fórmulas infantis: análise da rotulagem. 2018. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnologia em Alimentos) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: Estudos experimentais e ensaios clínicos mostram ampla evidência de que fatores nutricionais e metabólicos, em fases iniciais do desenvolvimento humano, têm efeito em longo prazo na saúde da vida adulta. As políticas de saúde pública se baseiam nas recomendações da Organização Mundial da Saúde, que preconizam o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade. A partir desse período está indicada a introdução da alimentação complementar e manutenção do aleitamento materno até os 2 anos de idade ou mais. Neste contexto, as fórmulas infantis para lactentes e crianças de primeira infância são elaboradas objetivando atender às necessidades nutricionais em cada estágio de vida do lactente e criança de primeira infância. As informações contidas nos rótulos destes alimentos devem atender a legislação sobre rotulagem nutricional, padrão de identidade e qualidade e da Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças da Primeira Infância. Este estudo tem como objetivo avaliar a adequação dos rótulos de fórmulas infantis, cereais, papinhas e sopinhas, de acordo com a legislação brasileira vigente, quanto à informação nutricional obrigatória, complementar e Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes. Foram analizados 42 rótulos diferentes de alimentos infantis de 2 empresas distintas, de fórmulas e cereais e outras duas marcas de papinhas encontradas em um mercado e uma farmácia da cidade de Ponta Grossa, estado do Paraná. Rótulos foram confrontados com a legislação especifica para cada fase do desenvolvimento da criança. Na metodologia, foi utilizado check lists elaborados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, como embasamento para realizar a análise dos rótulos propostos nesse trabalho, os quais foram divididos em categorias, como promoção, armazenamento, apresentação do produto, advertências e orientação sobre o uso, tipo de leite e composição nutricional. A maioria das fórmulas analisadas apresentou-se dentro dos padrões de rotulagem especificadas na lei, porém uma marca ainda apresentou um item fora dos padrões estabelecidos, trazendo em sua apresentação a figura de uma mamãe pássaro com seu filhote, o que é proibido, pois pode induzir o consumidor a comprar o leite, pensando ser igual ou melhor que o leite materno. A falta de informações na apresentação do produto, composição, figuras de mamadeiras na ilustração do modo de preparo e promoção do produto, também foram encontrados. Outro ponto de destaque é a informação nutricional, onde a quantidade de sódio presente em um dos cereais analisados, apesar de estar dentro do estabelecido na (IDR) Ingestão Diária Recomendada, para crianças de primeira infância, se consumido em grande quantidade, pode acarretar problemas de saúde.
Abstract: Experimental studies and clinical trials show ample evidence that nutritional and metabolic factors, early in human development, have a long-term effect on the health of adult life. Public health policies are based on the recommendations of the World Health Organization, which advocate exclusive breastfeeding up to 6 months of age. From this period the introduction of complementary feeding and maintenance of breastfeeding up to 2 years of age or more is indicated. In this context, infant formulas for infants and young children are designed to meet nutritional needs at each stage of life of infants and young children. The information contained in the labels of these foods should comply with the legislation on nutritional labeling, identity and quality standards and the Brazilian Standard for Commercialization of Foods for Infants and Young Children. This study aims to evaluate the adequacy of the labels of infant formulas, cereals, papinhas and sopinhas, in accordance with the Brazilian legislation in force, regarding the obligatory, complementary nutritional information and Brazilian Norm of Commercialization of Food for Infants. 42 different labels were analyzed of infant foods from two different companies, formulas and cereals and two other brands of baby food found in a market and pharmacy in the city of Ponta Grossa, Paraná state. Labels were confronted with the specific legislation for each phase of the child's development. In the methodology, checklists elaborated by the National Sanitary Surveillance Agency were used as a basis to carry out the analysis of the labels proposed in this work, which were divided into categories, such as promotion, storage, product presentation, warnings and guidance on use, type of milk and nutritional composition. Most of the formulas analyzed presented within the labeling standards specified in the law, however a mark still presented an item outside the established standards, bringing in its presentation the figure of a mamma bird with its cub, which is prohibited, since it can inducing the consumer to buy the milk, thinking to be equal to or better than the mother's milk. The lack of information on the presentation of the product, composition, figures of bottles in the illustration of the preparation and promotion of the product, were also found. Another important point is the nutritional information, where the amount of sodium present in one of the analyzed cereals, although it is within the established in the Recommended Daily Intake (IDR), for children of infancy, if consumed in great amount, can cause problems of health.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10312
Aparece nas coleções:PG - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_COALM_2017_2_02.pdf950,94 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.