Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10366
Título: Revisão dos métodos alternativos à hidrodessulfurização do diesel: desafios e perspectivas
Autor(es): Tanaka, Fabiana Lie
Orientador(es): Steffen, Vilmar
Palavras-chave: Petróleo - Derivados
Diesel
Compostos heterocíclicos
Petroleum products
Diesel fuels
Heterociclic compounds
Data do documento: 15-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Francisco Beltrao
Referência: TANAKA, Fabiana Lie. Revisão dos métodos alternativos à hidrodessulfurização do diesel: desafios e perspectivas. 2018. 82 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2018.
Resumo: A combustão de derivados do petróleo, como o diesel, libera gases de NOx, SO2 e materiais particulados, causando poluição do ar, chuva ácida e prejudicando a saúde do homem. Em vista disso, as legislações ambientais estão cada vez mais rigorosas quanto ao teor de enxofre permitido nos combustíveis líquidos. A hidrodessulfurização (HDS) é o método comumente empregado pelas refinarias para tratar o diesel. Este método é eficaz para remover compostos sulfurados não aromáticos, como as mercaptanas, sulfetos e dissulfetos, entretanto, é pouco efetivo para remoção de aromáticos heterocíclicos, como os benzotiofenos (BT) e dibenzotiofenos (DBT). Por esse motivo, métodos alternativos a HDS tem sido desenvolvidos e estudados. Dentre eles, pode-se destacar a dessulfurização extrativa (EDS), a dessulfurização oxidativa (ODS), a dessulfurização por adsorção (ADS) e a biodessulfurização (BDS). No presente estudo realizou-se uma revisão na literatura dos métodos citados. A partir dos trabalhos revisados foi possível notar que todos demonstraram potencial para capacidade de dessulfurizar o diesel, como também apresentaram diversas limitações. Para ODS, EDS e ADS sugere-se que estes métodos tenham melhor eficiência se utilizados como complemento da hidrodessulfurização. Até o momento nenhum deles está sendo aplicado comercialmente.
Abstract: Combustion of petroleum products, such as diesel, releases NOx, SO2 gases and particulate matter, causing air pollution, acid rain and damaging human health. In view of this, environmental legislation is increasingly tightened on the permitted sulfur content of liquid fuels. Hydrodesulfurization (HDS) is the method commonly used by refineries to treat diesel. This method is effective in removing non-aromatic sulfur compounds, such as mercaptans, sulfides and disulfides. However, it is ineffective for the removal of heterocyclic aromatics, such as benzothiophenes (BT) and dibenzothiophenes (DBT). For this reason, alternative methods to HDS have been developed and studied. Among them, we can highlight extractive desulfurization (EDS), oxidative desulfurization (ODS), adsorptive desulfurization (ADS) and biodesulfurization (BDS). In the present study, a literature review of the cited methods was carried out. From the works reviewed, it was possible to note that all showed potential for the ability to desulfurize the diesel, but also presented several limitations. For ODS, EDS and ADS it is suggested that these methods have better efficiency if used as a complement to the hydrodesulfurization. So far, none of them are being applied commercially.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10366
Aparece nas coleções:FB - Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FB_COENQ_2018_1_06.pdf2,95 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.