Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10410
Título: Aplicabilidade de análise de falhas no setor de manutenção
Autor(es): Rodrigues, Luiz Alberto
Orientador(es): Trojan, Flavio
Palavras-chave: Manutenção
Localização de falhas (Engenharia)
Controle de qualidade
Maintenance
Fault location (Engineering)
Quality control
Data do documento: 11-Mar-2016
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: RODRIGUES, Luiz Alberto. Aplicabilidade de análise de falhas no setor de manutenção. 2016. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Engenharia de Produção) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2016.
Resumo: Na manutenção moderna, ainda é encontrada a estratégia de fazer manutenção corretivamente. Tal modelo de manutenção é empregado devido a sua rentabilidade em curto prazo, pois em comparação com a manutenção preventiva ou a preditiva, em patamar mais elevado, a manutenção corretiva não requer uma grande disponibilidade do recurso financeiro da empresa. Porém, as paradas em uma linha de produção em função de manutenções não programadas, implicam num custo específico, pelo motivo de que as pessoas envolvidas na produção estão à disposição da empresa, ou seja, a empresa está pagando o funcionário sem o mesmo estar produzindo. Num cenário ideal de manutenção, há a diferenciação de equipamentos por um grau de criticidade. Assim, sendo por essa criticidade que se deve definir uma estratégia de manutenção através de um modelo de manutenção. Mesmo utilizando a manutenção corretiva como parte do sistema, essas, todavia, devem ser registradas e controladas, conhecidas pelos manutentores e gestores. Para se estudar uma quebra ou até mesmo repetições de pequenas paradas na produção, algumas ferramentas de qualidade são aplicáveis. A aplicabilidade destas ferramentas pode ser medidas através de indicadores de desempenho, onde através desses, pode-se definir estratégias por um sistema de gestão controlado.
Abstract: In modern maintenance, we still find the strategy of servicing correctively. Such maintenance model is still employed due to their short-term profitability, as compared to preventive maintenance or predictive, at a higher level; corrective maintenance does not require a large availability of financial resources of the company. But the charts in a production line due to unscheduled maintenance, entail a specific cost as the people involved in the production are available to the company, in the company is paying the employee without the same being producing. In an ideal scenario maintenance, there is a differentiation of equipment for a degree of criticism, and that is the critical one should define a maintenance strategy through a maintenance model. Even using corrective maintenance as part of the system, these, however, should be recorded and controlled, known by technician and managers. To study a break or even repeats of short breaks in production, some quality tools are applicable. The applicability of these tools can be measured through performance indicators, where through these; you can define strategies for a controlled management system.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10410
Aparece nas coleções:PG - Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_CEEP_2015_1_19.pdf790,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.