Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10559
Título: Efeito do teor de grãos avariados no rendimento e qualidade do óleo e farelo de soja
Título(s) alternativo(s): Effect of damaged grain content on the yield and quality of soybean oil and meal
Autor(es): Bordinassi, Priscila Diatchuk
Orientador(es): Carvalho, Paulo de Tarso
Palavras-chave: Soja - Qualidade
Grãos - Classificação
Soja - Produtos - Avaliação
Proteínas
Soybean - Quality
Grain - Classification
Soybean products - Rating of
Proteins
Data do documento: 28-Nov-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: BORDINASSI, Priscila Diatchuk. Efeito do teor de grãos avariados no rendimento e qualidade do óleo e farelo de soja. 2018. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2018
Resumo: A soja (Glycine max) é uma leguminosa considerada uma das mais ricas em proteínas. Os derivados da soja são bem aceitos no mercado, sendo os principais o óleo para alimentação humana e o farelo de soja para alimentação animal. As proteínas desse grão são consideradas uma das mais vantajosas comercialmente e por esta razão, grande parte do consumo do farelo de soja é destinado para engorda de animais de corte. Na obtenção do farelo, ocorre a extração do óleo que é amplamente consumido. A qualidade do óleo e do farelo depende da qualidade do grão de soja. No Brasil, a legislação estabelece parâmetros máximos de aceitabilidade de grãos avariados em cargas recebidas pelas indústrias para processamento. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do percentual de grãos avariados no rendimento e qualidade tanto do óleo como do farelo de soja. Amostras de grãos de soja do Mato Grosso e Paraná foram selecionadas e tiveram os grãos avariados separados. A partir daí foram compostas amostras com diferentes adições de grãos avariados em 5 níveis diferentes (0, 2, 6, 8 e 10%). Essas amostras foram avaliadas quanto à umidade, teor de proteínas, atividade ureática (somente amostra do Paraná) e teor de óleo. No óleo extraído de cada uma das amostras com diferentes níveis de grãos avariados foi avaliada a acidez, cor vermelha e amarela e clorofila. No farelo das mesmas amostras foi avaliado o teor de proteína. Os percentuais de grãos avariados influenciaram no teor de proteínas das amostras do Paraná e Mato Grosso. Nos óleos, todos os fatores foram alterados de acordo com o percentual de grãos avariados. O teor de proteína do farelo de soja aumentou a medida que aumentava o percentual de grãos avariados. Foi possível constatar que níveis de grãos avariados acima de 8% para cargas recebidas nas empresas processadoras de soja, interferem negativamente na qualidade dos derivados.
Abstract: Soy (Glycine max) is a legume considered to be the richest in proteins. Soy derivatives are well accepted in the market, the main ones being oil for human consumption and soybean meal for animal feed. Originating proteins are considered to be one of the most commercially advantageous, for this reason, much of the consumption of soybean meal is intended for fattening of beef animals. In obtaining the bran, the oil is extracted and is widely consumed. The quality of the oil and the bran depends on the quality of the soybean. In Brazil, the legislation establishes maximum parameters for the acceptability of damaged grain in cargoes received by the industries for processing. The objective of this work was to evaluate the influence of the percentage of damaged grains on yield and quality of both soybean oil and soybean meal. Samples of soybeans from Mato Grosso and Paraná were selected and the beans were separated. Samples with different defect grain additions were made at 5 different levels (0, 2, 6, 8 and 10%). These samples were evaluated for moisture, protein content, urea activity (Paraná sample only) and oil content. In the oil extracted from each of the samples with different levels of damaged grains was evaluated for acidity, red and yellow color and chlorophyll. In the bran of the same samples it was evaluated for the protein content. The percentages of damaged grains influenced the protein and oil contents of the Paraná and Mato Grosso samples. In the oils, all factors were altered according to the percentage of damaged grains. The protein content of soybean meal increased the higher the percentage of damaged grains. It is possible to emphasize with this research, that grains defects levels higher than 8% cause reduction of oil and bran quality.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10559
Aparece nas coleções:LD - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COALM_2018_2_06.pdf
  Disponível a partir de 2021-12-08
921,48 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.