Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10628
Título: A função psicológico-dialógica de pausas e alongamentos em sessão de autoconfrontação simples
Título(s) alternativo(s): The psycological-dialogical function of pauses and stretching in a simple selfconfrontation session
Autor(es): Perez, Bruna Maite
Orientador(es): Lima, Anselmo Pereira de
Palavras-chave: Professores - Formação
Educação permanente
Análise do discurso
Teachers, Training of
Continuing education
Discourse analysis
Data do documento: 5-Dez-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: PEREZ, Bruna Maite. A função psicológico-dialógica de pausas e alongamentos em sessão de autoconfrontação simples. 2017. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2017.
Resumo: Este trabalho de conclusão de curso apresenta resultados obtidos, a partir da análise de marcadores conversacionais prosódicos, pausa e alongamento, em sessão de autoconfrontação simples. O objetivo principal é analisar a função psicológico-dialógica de pausas e alongamentos na autoconfrontação. No método da autoconfrontação, o sujeito observa imagens de si em atividade e, a partir delas, reflete e dialoga. Essa reflexão sobre si mesmo se faz importante, pois contribui para a solução de problemas enfrentados pelos sujeitos no cotidiano e promove um desenvolvimento no participante. A autoconfrontação simples foi realizada em 2013, a partir de uma ação de formação docente continuada, na Universidade Federal Tecnológica- UTFPR, Câmpus Pato Branco, e contou com a colaboração de um professor voluntário do curso de Ciências Contábeis. Logo após a realização da autoconfrontação simples, o material audiovisual foi transcrito de acordo com as normas do projeto NURC (PRETI, 1999, p.11). Sobre os marcadores conversacionais prosódicos, pausa e alongamento, sabe-se que eles são de indiscutível importância para a análise de qualquer texto oral; são frequentes e essenciais, pois são elementos que “ajudam a construir e a dar coesão e coerência ao texto falado, especialmente dentro do enfoque conversacional” (URBANO, 1997, p. 85). Analisando o material transcrito é possível perceber que os alongamentos participam principalmente nos momentos de digressões, mantendo o turno de fala, bem como, operam na explicação com utilização de exemplos. As pausas, na maioria das ocorrências, encontram-se relacionadas aos momentos de reflexão, reformulação, e proporcionando ao professor um tempo maior de reflexão.
Abstract: This course conclusion paper presents results obtained from the analysis of Prosodic Conversational Markers, pause and stretching, in a session of simple selfconfrontation. The main objective is to analyze the psychological-dialogic function of pauses and stretches in self-confrontation. In the method of selfconfrontation, the subject observes images of himself in activity, and from them he reflects and dialogues. This reflection on oneself becomes important, as they contribute to the solution of problems faced by them in the daily life and promote a development in the participant subject. The simple selfconfrontation was carried out in 2013, based on a Continuing Teacher Training course at the Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR Câmpus Pato Branco, and counted on the collaboration of a volunteer professor of the course in Accounting Sciences. Soon after the simple autoconfrontation, the audiovisual material was transcribed according to the norms of the NURC project (PRETI, 1999, p.11). On the Prosodic Conversational Markers pause and elongation, it is known that they are of indisputable importance for the analysis of any oral text, since they are frequent and they are essential, to build and to give cohesion and coherence to the spoken text, especially within the conversational approach (URBANO, 1997, p.85). Analyzing the transcribed material, it is possible to notice that the stretches participate mainly in the moments of digressions, maintaining the speech shift, as well as, operate in the explanation using examples. The pauses, in most occurrences, are related to the moments of reflection, reformulation, and giving the teacher a greater time of reflection.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10628
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COLET_2017_2_04.pdf940,99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.