Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10717
Título: A sustentabilidade ambiental do câmpus Medianeira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná através do cálculo da pegada ecológica
Título(s) alternativo(s): The environmental sustainability of Medianeira campus of the Federal Technological University of Paraná by the ecological footprint calculation
Autor(es): Soares, Danilo Fernandes
Orientador(es): Lied, Eduardo Borges
Palavras-chave: Sustentabilidade
Impacto ambiental
Indicadores ambientais
Sustainability
Environmental impact statements
Environmental indicators
Data do documento: 23-Nov-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: SOARES, Danilo Fernandes. A sustentabilidade ambiental do câmpus Medianeira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná através do cálculo da pegada ecológica. 2015. 58 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2015.
Resumo: A busca pelo desenvolvimento sustentável em todas as atividades exercidas pelo homem, desde o planejamento de grandes complexos industriais até a simples separação dos resíduos em uma residência é um dos grandes desafios da sociedade moderna. Nesse cenário, surge a importância da utilização de indicadores ambientais para a mensuração da sustentabilidade. Um câmpus universitário, como qualquer outra atividade, gera no seu cotidiano, impactos ambientais direta e indiretamente. Assim, considera-se extremamente importante que as universidades conheçam a dimensão do impacto que suas atividades causam ao meio ambiente, para então adotar medidas visando a sustentabilidade. A metodologia da Pegada Ecológica (PE) consiste em calcular o tamanho da área bioprodutiva necessária para produzir recursos e assimilar as emissões de dióxido de carbono (CO2) produzidas pela população em estudo. Nesse contexto, buscou-se quantificar o consumo médio dos principais recursos empregados no cotidiano do câmpus Medianeira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), durante o ano de 2015. Os resultados indicaram uma Pegada Ecológica total de 177,41 hectares, equivalente a uma área quase 15 vezes maior que o próprio câmpus. Constatou-se que o consumo de alimentos e infraestrutura e edifícios, juntos correspondem a 84% das emissões de CO2 e da composição da PE. O consumo de energia elétrica resultou em uma área quase duas vezes maior que a área do câmpus. Enquanto que o consumo de papel e de mobilidade e transporte, por sua vez, são os que apresentam menores impactos, com menos de 4% na composição total. A contribuição per capita da PE do câmpus corresponde a 0,0753 gha.hab-1.ano-1, esse valor está próximo à PE nacional que é 0,0725 gha.hab-1.ano-1. Comparado a outros câmpus universitários, a UTFPR – Medianeira apresentou PE per capita 63% menor que a USP – São Carlos e 56% menor que da USC. Embora seja um aspecto positivo é fundamental diminuir ainda mais esse índice através da adoção de medidas mais sustentáveis junto à população do câmpus. Ressalta-se ainda a importância da Pegada Ecológica como ferramenta de fácil aplicação e compreensão dos resultados, tornando-se peça fundamental na gestão ambiental do câmpus.
Abstract: The search for sustainability in all activities developed for men, since the planning of huge enterprises until the segregation of the waste in a residence is one of the biggest challenges of the modern society. In this scenario, comes up the necessity of using environmental indicators for the sustainability mensuration. A university campus, just like any other activity, generates environmental impacts daily, in a directly and indirectly way. In this way, it's extremely important that universities get know the extent of the impact that their activities have on the environment, so then, be able to adopt measures aimed at sustainability. The methodology of the Ecological Footprint (EF) is to calculate the size of bioproductive area needed to produce resources and assimilate the emissions of carbon dioxide (CO2) produced by the study population. In this context, it sought to quantify the average consumption of mainly resources used in daily life in the campus of Medianeira at the Federal Technological University of Paraná (UTFPR), during the year 2015. The result indicates an Ecological Footprint of 177.41 hectares, equivalent to an area nearly 15 times larger than the campus itself. It was found that the consumption of foods, infrastructure and buildings, together, account for 84% of carbon dioxide emissions and the EF composition. The electricity consumption resulted in an area almost twice as large as the campus area. Whereas the consumption of paper and mobility and transport, are those that generates less impact, less than 4% of the total composition. The per capita contribution of the campus corresponds to 0.0725 gha.person-1.year-1. Comparing to other campus, UTFPR - Medianeira presented EF per capita is 63% lower than USP - São Carlos and 56% lowers than USC. Although it can be considered a positive aspect, it's primordial to reduce this index even more for the adoption of more sustainable practices with the campus population. It is worth noting the importance of the Ecological Footprint as an easy tool application and understanding of the results, becoming a crucial piece in the campus environmental management.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10717
Aparece nas coleções:MD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_COEAM_2015_2_01.pdf1,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.