Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10836
Título: Avaliação da qualidade do ar em ambiente interno: estudo de caso em empresa de fundição e usinagem no norte do Paraná
Título(s) alternativo(s): Air quality assessment In the internal environment: case study in foundry and molding company In north of Paraná
Autor(es): Gabriel, Bárbara de Oliveira
Orientador(es): Prates, Katia Valeria Marques Cardoso
Palavras-chave: Qualidade do ar de interiores
Poluentes
Metais - Indústria
Indoor air quality
Pollutants
Metal industries
Data do documento: 6-Set-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: GABRIEL, Bárbara de Oliveira. Avaliação da qualidade do ar em ambiente interno: estudo de caso em empresa de fundição e usinagem no norte do Paraná. 2018. 90 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2018.
Resumo: No Brasil, o estudo da qualidade do ar de ambientes internos vem ganhando cada vez mais visibilidade, sendo uma área complexa que abrange o envolvimento de profissionais de várias disciplinas. O setor metal mecânico é uma área bastante representativa no Brasil, mas que apresenta um ambiente de trabalho com condições preocupantes aos funcionários devido às altas temperaturas e emissão de poluentes. O objetivo deste trabalho foi analisar as condições do ambiente interno dos setores de fundição e usinagem de uma metal-mecânica, de modo a avaliar se há interferência na produtividade e saúde dos ocupantes. Foram avaliados os seguintes parâmetros: temperatura e umidade relativa do ar, que determinam conforto térmico, concentração de CO2 e concentração de fungos e bactérias, que estabelecem a qualidade microbiológica do ar interno. A técnica utilizada para amostragem de fungos e bactérias foi por Sedimentação Espontânea (exposição por 10 minutos), enquanto os parâmetros de temperatura, umidade e concentração de CO2 foram por meio do aparelho portátil Analisador de CO2 (leitura direta). O setor de usinagem teve 8 pontos amostrados, mais um ponto externo e o setor de fundição 5 pontos amostrados, mais um externo. A coleta de dados foi realizada no mês de Maio de 2018, no dia 14/05 (segunda-feira) e dia 18/05 (sexta-feira) compreendendo amostragens nos períodos da manhã e tarde. Como não há legislação vigente para ambientes internos sem climatização que determine os limites máximos permissíveis para os parâmetros analisados, a Resolução (RE) nº 09 de 2003 da ANVISA foi utilizada como base para análise dos dados, enquanto para bactérias foi utilizada a NT-SCE-02. Como resultados finais, considerando os parâmetros de conforto, a concentração de CO2 apresentou valores abaixo de 1.000 ppm proposto pela ANVISA em ambos os setores, os valores de temperatura excederam a faixa admitida em todos os períodos da tarde dos setores de fundição e de usinagem, implicando no bem-estar dos funcionários e consequentemente, em sua produtividade, enquanto a umidade se manteve dentro da faixa, mostrando-se adequada. Em relação aos parâmetros microbiológicos, os valores de UFC/m³ para fungos, permaneceram dentro das 750 UFC/m³ estipulados pela norma, com exceção do ponto PF5 no dia 18/05. As bactérias apresentaram valores acima dos 500 UFC/m³ estabelecido pela NT-SCE-02 em ambos os setores, com destaque para o setor de usinagem. Quanto à identificação de fungos filamentosos, houve predominância de 36% do gênero Aspergillus sp.
Abstract: In Brazil, the study of indoor air quality has been gaining more and more visibility, being a complex area that involves professionals from various disciplines. The metalworking sector is a very representative area in Brazil, but it presents a working environment with worrying conditions for employees due to high temperatures and emission of pollutants. The objective of this work was to analyze the conditions of the internal environment of the foundry and metal-mechanic machining sectors, in order to evaluate if there is interference in the productivity and health of the occupants. The following parameters were evaluated: temperature and relative humidity, which determine thermal comfort, concentration of CO2 and concentration of fungi and bacteria, establishing the microbiological quality of the indoor air. The technique used for sampling fungi and bacteria was by Spontaneous Sedimentation (exposure for 10 minutes), while the parameters of temperature, humidity and CO2 concentration were by means of the portable CO2 analyzer (direct reading). Data collection was carried out in May 2018, on 05/14 (Monday) and 05/18 (Friday), including sampling in the morning and afternoon. As there is no current legislation for indoor environments without air conditioning that determines the maximum permissible limits for the parameters analyzed, ANVISA RE 09 of 2003 was used as a basis for data analysis, while NT-SCE-02 was used for bacteria. As final results, considering the comfort parameters, the concentration of CO2 presented values below 1.000 ppm proposed by ANVISA in both sectors, the temperature values exceeded the admitted range in all the afternoon periods of the Casting and Machining sectors, implying in the well-being of the employees and consequently in their productivity, while the humidity remained within the range, proving adequate. Regarding the microbiological parameters, the values of CFU/m³ for fungi, remained within the 750 CFU/m³ stipulated by the standard, except for the PF5 point on 05/18. The bacteria presented values above 500 CFU/m³ established by the NT-SCE-02 in both sectors, with emphasis on the Machining sector. As for the identification of filamentous fungi, there was predominance of 36% of the genus Aspergillus sp.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10836
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2018_2_05.pdf4,56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.