Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10949
Título: Cultivo doméstico e conhecimento popular sobre as plantas medicinais em Santa Helena - PR
Título(s) alternativo(s): Domestic cultivation and popular knowledge on medicinal plants in Santa Helena - PR
Autor(es): Goularte, Juliane
Orientador(es): Ziech, Ana Regina Dahlem
Palavras-chave: Plantas medicinais
Matéria médica vegetal
Ervas - Uso terapêutico
Medicinal plants
Materia medica, vegetable
Herbs - Therapeutic use
Data do documento: 27-Nov-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Santa Helena
Referência: GOULARTE, Juliane. Cultivo doméstico e conhecimento popular sobre as plantas medicinais no município de Santa Helena - PR. 2018. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Santa Helena, 2018.
Resumo: Sabendo da importância das plantas medicinais e devido ao seu histórico de utilização ao longo do tempo na cultura passada ao longo das gerações, torna-se necessário uma investigação a respeito de qual a influência desta e sua utilização pela população nos dias atuais. Sendo assim, este trabalho buscou realizar um levantamento de dados sobre o cultivo doméstico e conhecimento popular sobre as plantas medicinais no município de Santa Helena - PR. Como instrumento de obtenção dos dados foi utilizado um questionário composto por questões abertas e fechadas, aplicado de forma oral, contendo questões que abordam a caracterização do público participante, através da coleta de dados pessoais e demais questões para o levantamento de informações relacionado ao cultivo doméstico de espécies medicinais na residência e a apuração da utilização e conhecimento popular sobre as plantas medicinais na família. Após aplicação dos questionários, foram realizadas leituras e análises destes, onde foi constatado que 98% dos entrevistados afirmam que utilizam plantas medicinais em suas residências. Dentre as formas de uso das plantas medicinais relatadas pela população, 41% dos entrevistados fazem uso através da preparação de chás por decocção, 27% fazem suco ou sumo e 22% utilizam na forma de chás por infusão, sendo estas três, as principais formas de preparação pela população local. Sobre a origem do conhecimento da utilização das plantas medicinais, 87% afirmam que é oriunda dos pais, avós e bisavós. Entre os entrevistados, 57% cultivam plantas medicinais na própria casa, sendo que a maioria possui de duas a cinco espécies. Foram citadas 14 espécies de plantas medicinais cultivadas pela população urbana de Santa Helena. Com esse trabalho, percebemos que muitos dos entrevistados acreditam no poder das plantas medicinais, são usuários e relatam que as utilizam quando necessário o que indica que estas são vistas como uma opção de tratamento, muito embora, por vezes ocorra a falta de orientação sobre a forma correta de utilização das plantas reforçando a ideia de que compartilham da opinião errônea de que plantas medicinais não fazem mal. Diante deste fato, há necessidade de programas, palestras e oficinas voltados a divulgar os conhecimentos acerca das plantas medicinais e de sua utilização para a população, alertando também para a prevenção do seu uso inadequado.
Abstract: It is knowing the importance of medicinal plants and due to their history of use over time in the culture passed down through the generations, it is necessary to investigate the influence of this and use by the population today. Thus, this work sought to perform a survey of data on domestic cultivation and popular knowledge on medicinal plants in the municipality of Santa Helena - PR. As instrument of getting of the data, a questionnaire composed of open and closed questions was used, applied orally, containing questions that address the characterization of the participating public, through the collection of personal data and other questions that served to collect information related to the domestic cultivation of medicinal species in the residence and the verification of the use and popular knowledge about medicinal plants in the family. After applying the questionnaires, were read and analyzed, where it was found that 98% of the interviewees affirm that they use medicinal plants in their residences. Among the forms of use of the medicinal plants reported by the population, 41% of the interviewees make use of the preparation of teas by decoction, 27% make juice or juice and 22% use it as teas by infusion, being these three, the main forms of preparation by the local population. About the origin of the use of medicinal plants 87% declare that it comes from parents, grandparents and great-grandparents. Among the interviewees, 57% cultivate medicinal plants in their own house, most with 2 to 5 species. There were 14 species of medicinal plants cultivated by the urban population of St. Helena. With this work, we realize that many of the interviewees believe in the power of medicinal plants, are users and report that they use them when necessary which indicates that these are seen as a treatment option, although sometimes there is a lack of guidance on the correct way of using plants reinforcing the idea that they share the erroneous belief that medicinal plants do not do badly. Given this fact, there is a need for programs, lectures and workshops aimed at disseminating knowledge about medicinal plants and their use for the population, warning also for the prevention of its inappropriate use.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/10949
Aparece nas coleções:SH - Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SH_COBIO_2018_2_05.pdf
  Disponível a partir de 2020-04-20
373,66 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.