Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11229
Título: A figura feminina e o casamento em Orgulho e preconceito, de Jane Austen
Título(s) alternativo(s): The female figure and marriage in Pride and Prejudice, by Jane Austen
Autor(es): Correia, Jusselir Fatima
Orientador(es): Stankiewicz, Mariese Ribas
Palavras-chave: Literatura Inglesa
Identidade de gênero na literatura
Mulheres na literatura
English literature
Gender identity in literature
Women in literature
Data do documento: 21-Jun-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: CORREIA, Jusselir Fatima. A figura feminina e o casamento em Orgulho e preconceito, de Jane Austen. 2018. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2018.
Resumo: O romance Orgulho e Preconceito (1813),da escritora inglesa Jane Austen, faz uma crítica à sociedade burguesa da Inglaterra do final do século XVIII e início do século XIX, demonstrando o papel da mulher submissa e resignada numa sociedade em que sua participação segue de acordo com os interesses, as restrições e os posicionamentos sociais patriarcais dentro de uma comunidade hierárquica, dividida em três classes sociais: a aristocracia, a burguesia e a classe trabalhadora, onde o casamento era uma instituição patriarcal de aprisionamento e roubo da identidade das mulheres envolta nas amarras da sociedade. Com isso, este Trabalho de conclusão de curso tem por objetivo analisar o romance Orgulho e Preconceito, no que diz respeito ao feminino representado naquela época e aos casamentos da obra, verificando as críticas da autora sobre este assunto. Os procedimentos metodológicos nortearam-se em uma busca bibliográfica em livros, artigos científicos, teses e dissertações que têm Orgulho e Preconceito como objeto de pesquisa e análise.
Abstract: The novel Pride and Prejudice (1813), by English writer Jane Austen, criticizes the bourgeois society of England of the late eighteenth and early nineteenth century, depicting the role of the submissive and resigned woman in a society in which her participation follows according to patriarchal social interests, restrictions and positions within a hierarchical community, divided into three social classes: the aristocracy, the bourgeoisie, and the working class, where marriage was a patriarchal institution of imprisonment and theft of the identity of women wrapped in the moorings of society. In this sense, this Course Conclusion Paper has as an objective to analyze the novel Pride and Prejudice, concerning to the feminine represented in that time and the marriages in the novel, by verifying the author’s critics towards this subject. The methodological procedures were based on a bibliographical research in books, scientific articles, theses, and dissertations, which have Pride and Prejudice as an object of research and analysis.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11229
Aparece nas coleções:PB - Licenciatura em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COLET_2018_1_10.pdf630,22 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.