Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11632
Título: Nível de ativação do músculo reto abdominal em exercícios abdominais: método tradicional e método Pilates
Título(s) alternativo(s): Level activation of the rectus abdominis muscle in abdominal exercises: traditional method and Pilates method
Autor(es): Oliveira, Diego Francisconi
Orientador(es): Rodacki, Cintia de Lourdes Nahhas
Palavras-chave: Dor lombar
Abdome - Músculos
Pilates, Método
Eletromiografia
Educação física
Backache
Abdomen - Muscles
Pilates methods
Electromyography
Physical education and training
Data do documento: 20-Nov-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: OLIVEIRA, Diego Francisconi. Nível de ativação do músculo reto abdominal em exercícios abdominais: método tradicional e método Pilates. 2017. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Educação Física) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2017.
Resumo: Com o passar dos anos, estudos sobre dores na lombar e a sua relação com os músculos da região abdominal vem tendo uma crescente, evidenciando a importância do fortalecimento dessa região para a prevenção da doença. Os exercícios abdominais tradicionais e do método Pilates são apontados como exercícios eficientes para o fortalecimento da região abdominal e consequentemente para a melhoria do equilíbrio entre músculos agonistas e antagonistas, agindo diretamente na prevenção da lombalgia. O presente estudo teve o objetivo de identificar e comparar o nível de atividade elétrica (RMS) do músculo reto abdominal, durante a execução de três (3) exercícios abdominais utilizando as técnicas tradicionais (TT) e do método Pilates (TP). Participaram do estudo 32 voluntários, sendo 16 mulheres (GM; n=16) com a idade de 23.9 ± 5.0 anos e 16 homens (GH; n=16) com a idade de 24.8 ± 5.4 anos que já eram familiarizadas com os exercícios do método Pilates. A eletromiografia de superfície (EMG) foi utilizada para quantificar a ativação muscular (RMS) do reto abdominal durante: a execução da contração isométrica voluntária máxima (CIVM) e dos exercícios 1) Crunch 2) The single straight leg stretch e 3) Criss-cross utilizando as técnicas tradicionais e do método Pilates. Os dados sobre a característica da amostra foram submetidos a uma análise descritivo padrão (média e desvio-padrão) a análise de variância (ANOVA) - medidas repetidas, para comparar os valores (RMS) entre as porções musculares do reto do abdômen (supra, intermediário e infra) durante a CIVM. Uma análise de variância (two-way ANOVA) foi empregada. O teste post-hoc de Bonferroni foi utilizado quando foram detectadas diferenças significativas. O nível de significância foi p <0,05. O exercício abdominal Crunch, causa uma menor ativação muscular (RMS) em todas as porções do abdômen (p<0,05) quando comparadas aos exercícios Criss-cross e The single straight leg stretch e em ambas as técnicas TT e TP. A técnica do método Pilates (TP) produz um menor RMS nas porções intermediário e infra do músculo reto do abdômem durante o abdominal Crunch quando comparado ao Tradicional (TT), revelando efeitos de interação (p<0,05). Os abdominais Criss-cross e The single straight leg stretch produzem um maior RMS os quais não sofrem modificações em função da técnica de execução aplicada.
Abstract: Com o passar dos anos, estudos sobre dores na lombar e a sua relação com os músculos da região abdominal vem tendo uma crescente, evidenciando a importância do fortalecimento dessa região para a prevenção da doença. Os exercícios abdominais tradicionais e do método Pilates são apontados como exercícios eficientes para o fortalecimento da região abdominal e consequentemente para a melhoria do equilíbrio entre músculos agonistas e antagonistas, agindo diretamente na prevenção da lombalgia. O presente estudo teve o objetivo de identificar e comparar o nível de atividade elétrica (RMS) do músculo reto abdominal, durante a execução de três (3) exercícios abdominais utilizando as técnicas tradicionais (TT) e do método Pilates (TP). Participaram do estudo 32 voluntários, sendo 16 mulheres (GM; n=16) com a idade de 23.9 ± 5.0 anos e 16 homens (GH; n=16) com a idade de 24.8 ± 5.4 anos que já eram familiarizadas com os exercícios do método Pilates. A eletromiografia de superfície (EMG) foi utilizada para quantificar a ativação muscular (RMS) do reto abdominal durante: a execução da contração isométrica voluntária máxima (CIVM) e dos exercícios 1) Crunch 2) The single straight leg stretch e 3) Criss-cross utilizando as técnicas tradicionais e do método Pilates. Os dados sobre a característica da amostra foram submetidos a uma análise descritivo padrão (média e desvio-padrão) a análise de variância (ANOVA) - medidas repetidas, para comparar os valores (RMS) entre as porções musculares do reto do abdômen (supra, intermediário e infra) durante a CIVM. Uma análise de variância (two-way ANOVA) foi empregada. O teste post-hoc de Bonferroni foi utilizado quando foram detectadas diferenças significativas. O nível de significância foi p <0,05. O exercício abdominal Crunch, causa uma menor ativação muscular (RMS) em todas as porções do abdômen (p<0,05) quando comparadas aos exercícios Criss-cross e The single straight leg stretch e em ambas as técnicas TT e TP. A técnica do método Pilates (TP) produz um menor RMS nas porções intermediário e infra do músculo reto do abdômem durante o abdominal Crunch quando comparado ao Tradicional (TT), revelando efeitos de interação (p<0,05). Os abdominais Criss-cross e The single straight leg stretch produzem um maior RMS os quais não sofrem modificações em função da técnica de execução aplicada.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11632
Aparece nas coleções:CT - Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COEFI_2017_2_08.pdf767,38 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.