Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11649
Título: Avaliação do processo adsorção do corante laranja BF-GR em casca de soja (Glycine max L)
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the absorption process of reactive Orange BF-GR in soybean hull
Autor(es): Aizawa, Juliane Sayuri
Orientador(es): Rocha, Raquel Dalla Costa da
Palavras-chave: Adsorção
Cascas
Corantes e tingimento
Indústria têxtil
Adsorption
Bark
Dyes and dyeing
Textile industry
Data do documento: 27-Nov-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: AIZAWA, Juliane Sayuri. Avaliação do processo adsorção do corante laranja BF-GR em casca de soja (Glycine max L). 2018. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2018.
Resumo: A indústria têxtil consome em torno de 15% de toda água industrial brasileira, sendo seu efluente altamente colorido por causa dos corantes que não são fixados na fibra e necessitam de tratamento, a adsorção é um método muito promissor, porém os adsorventes utilizados possuem custo elevado, sendo inviável economicamente para as indústrias, se tornando necessário adsorventes alternativos. Tendo em vista o problema do efluente têxtil, este trabalho teve como objetivo empregar a casca de soja normal e modificada pelo ácido cítrico como adsorvente do corante Laranja Reativo BF-GR. Para caracterização da casca de soja in natura e modificada foram feitos fibra bruta (22,41 e 38 %), matéria seca (69,08 e 81,49%), cinzas (4,22 e 1,95%), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) tendo a casca de soja modificada uma morfologia mais rugosa, Infravermelho com Transformada de Fourrier (FTIR) com surgimento de bandas da ligação de OH e maior intensidade das bandas da ligação CO na casca de soja modificada comparando com a casca de soja in natura. Nos ensaios de adsorção, foram feitos ensaios cinéticos, em que os ajustes foram para o modelo de pseudo-segunda ordem nas condições com temperatura de 25 ± 2 ºC, pH igual a 3, com concentrações iniciais de 20 e 40 mg L-1 de corante, ensaio de isoterma (para a casca de soja in natura o modelo de Langmuir foi melhor ajustado e para a casca de soja modificada foi o de Freundlich) utilizando-se diferentes concentrações iniciais de adsorvato (10 a 50 mg L-1), Na termodinâmica, a energia livre de Gibbs apresentou valores negativos, com entalpia acima de 40 kJ mol-1, entropia positiva e energia de ativação alta, para ambas as cascas de soja in natura e modificada. com remoção máxima com casca de soja in natura de 5,66 mg g-1 e 5,55 mg g-1 da casca de soja modificada demonstrando serem ótimos adsorventes para o corante Laranja Reativo BF-GR, apenas tendo diferença estatística entre a casca de soja in natura e modificada em concentrações menores (20 mg L-1).
Abstract: The textile industry consumes around 15% of all Brazilian industrial water, being its highly colored effluent because of the dyes that are not fixed in the fiber and need treatment, the adsorption is a very promising method, however the adsorbents used have a high cost, being economically unviable for the industries, becoming necessary alternative adsorbents. Considering the problem of textile effluent, this work had as objective to employ the in natura and citric acid modified soybean hull as adsorbent of the Orange Reactive BF-GR dye. To characterize the in natura and modified soybean hulls, crude fiber (22.41 and 38%), dry matter (69.08 and 81.49%), ashes (4.22 and 1.95%), Infrared with Fourrier Transform (IRFT) with appearance of bands of the OH bond and higher intensity of bands of the CO bond in the modified soybean hull compared to the normal soybean hulls. In the adsorption tests, kinetic tests were performed, where adjustments were better made to the pseudo-second order model at conditions with a temperature of 25 ± 2 ºC, pH equal to 3, with initial concentrations of 20 and 40 mg L-1 of dye, the isotherm tests (for the in natura soybean hull the Langmuir model was better adjusted and the modified soybean hull was Freundlich) using different initial concentrations of adsorbate (10 to 50 mg L-1), the thermodinamic, Gibbs free energy presented negative values, with enthalpy above 40 kJ mol-1, positive entropy and high activation energy, for both in natura and modified soybean hulls. With maximum removal of 5.66 mg g-1 and 5.55 mg g-1 of the in natura and modified soybean hull, demonstrating that they are excellent adsorbents for the Orange Reactive BF-GR dye, only having a statistical difference between the hull of normal and modified soybean at lower concentrations (20 mg L-1).
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11649
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2018_2_5.pdf835,35 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.