Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11656
Título: Verificação de metais encontrados em sombras para a região dos olhos
Autor(es): Korukian, Maria Julia Oliveira
Orientador(es): Parabocz, Cristiane Regina Budziak
Palavras-chave: Cosméticos
Metais
Pigmentos
Espectroscopia de infravermelho
Cosmetics
Metals
Pigments
Infrared spectroscopy
Data do documento: 30-Nov-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: KORUKIAN, Maria Julia Oliveira. Verificação de metais encontrados em sombras para a região dos olhos. 2018. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2018.
Resumo: Os cosméticos são responsáveis por 20% do mercado mundial na classe dos produtos de beleza. No Brasil o uso de tais cosméticos é comum entre faixas etárias variadas, sendo assim um produto de fácil acesso. A ANVISA é a responsável pela fiscalização desses produtos quanto à margem de segurança na aplicação à qual são destinados. Os cosméticos são constituídos por substâncias naturais ou sintéticas, contudo, tais substâncias não podem oferecer risco à saúde do consumidor. Muitos cosméticos possuem corantes e pigmentos em sua composição, que podem ser designados como potencialmente tóxicos, situados na tabela periódica entre o cobre e o chumbo. No processo da fabricação de sombra de olhos, para obter-se uma coloração, são aplicados corantes e pigmentos inorgânicos como o óxido de ferro, dióxido de titânio, cobre e óxido de cromo sobre uma base de talco. O objetivo do presente estudo é a análise multielementar de sombras para a região dos olhos comercializadas no Brasil, pelas técnicas de Difratometria de Raios X (DRX), Espectroscopia na Região do Infravermelho (FTIR), Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS) e a morfologia por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e colorimetria (CIELAB). Por intermédio das análises, observou-se a presença de óxido de ferro para todas as amostras, e outros minerais e corantes distintos para as amostras dependendo do lote e da linha. Todos os compostos encontrados estão dentro das normas da ANVISA e não apresentam minerais classificados como tóxicos.
Abstract: Cosmetics account for 20% of the world market in beauty products class. In Brazil the use of such cosmetics is common among varied age groups, being thus a product of easy access. ANVISA is responsible for the inspection of these products regarding the margin of safety in the application to which they are destined. Cosmetics consist of natural or synthetic substances, however, such substances can’t pose a risk to the health of the consumer. Many cosmetics have dyes and pigments in their composition, which can be designated as potentially toxic, located on the periodic table between copper and lead. In the process of manufacturing eye shadow, in order to obtain a coloring, inorganic dyes and pigments such as iron oxide, titanium dioxide, copper and chromium oxide are applied on a talc base. The objective of the present study is the multielementar analysis of shadows for the eye region commercialized in Brazil by the techniques of X-ray Diffraction (XRD), Infrared Region Spectroscopy (FTIR), Dispersive Energy Spectroscopy (EDS) and morphology by Scanning Electron Microscopy (SEM) and colorimetry (CIELAB), the presence of Iron Oxide was observed for all samples, and other minerals and dyes were distinct for the samples depending on the lot and line. All the compounds found are within the norms of ANVISA and do not present minerals classified as toxic.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/11656
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_DAQUI_2018_2_12.pdf2,97 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.