Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12047
Título: Caracterização e avaliação das propriedades adsortivas da casca de laranja na remoção do corante Direct Blue 86
Título(s) alternativo(s): Characterization and evaluation of the orange peel adsorptive properties in dye Direct Blue 86 removal
Autor(es): Formica, Barbara Costa
Brudzinski, Patricia Balestrin
Orientador(es): Passig, Karina Querne de Carvalho
Palavras-chave: Adsorção
Resíduos agrícolas
Resíduos industriais
Espectro infravermelho
Indústria têxtil
Corantes
Adsorption
Agricultural wastes
Factory and trade waste
Infrared spectra
Textile industry
Colorings matter
Data do documento: 25-Set-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: FORMICA, Barbara Costa; BRUDZINSKI, Patricia Balestrin. Caracterização e avaliação das propriedades adsortivas da casca de laranja na remoção do corante Direct Blue 86. 2015. 78 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015.
Resumo: Corantes são compostos orgânicos utilizados para dar cor e/ou conferir brilho a diversos tipos de materiais, tais como papéis e tecidos. No entanto, o complexo aromático geralmente presente na estrutura química dos corantes faz com que estas moléculas se tornem altamente estáveis e, além disso, alguns tipos de corante são tóxicos e até mesmo carcinogênicos, o que exige tratamento de efluentes contendo estes compostos para atendimento da legislação vigente. Alguns processos de tratamento de efluentes têxteis não têm conseguido atender a legislação, o que estimula o estudo de processos de adsorção visando remoção de corantes, pelo fato destes apresentarem custos moderados, menor tempo de processamento e poucas variáveis a serem controladas. Neste contexto, tem se destacado a utilização de passivos ambientais como materiais adsorventes, em substituição ao carvão ativado, de maior custo. A casca de laranja, um exemplo de resíduo agroindustrial, tem potencial de adsorção que pode ser explorado na remoção de corantes. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade de adsorção do corante Direct Blue 86, usado rotineiramente na indústria têxtil, usando pó de casca de laranja como adsorvente. A casca de laranja foi caracterizada através do teor de umidade, teor de cinzas, análise granulométrica, espectroscopia no infravermelho e microscopia eletrônica de varredura. O estudo das propriedades adsortivas da casca de laranja compreendeu índice de iodo, índice de azul de metileno, ponto de carga zero e tempo de contato para encontrar condições adequadas de adsorção do corante com o pó da casca de laranja. O pó de casca de laranja (PCL) apresentou ser eficiente como material adsorvente para corante têxtil, devido às propriedades físico-químicas indicarem estrutura porosa compatível com a adsorção de moléculas com dimensões de até 15 µm. O PCL atendeu a norma ABNT NBR 2133 apresentando teor de umidade abaixo de 8 %. O teor de cinzas indicou poucas impurezas no material, com valor de (2,79 ± 0,06) %. A metodologia empregada nos ensaios de adsorção não permitiu a quantificação do corante nas soluções, levando a uma investigação das possíveis causas. Os resultados apresentaram o D-Limoneno, componente da casca da laranja, como responsável pela inviabilização da metodologia empregada, portanto, não foi possível quantificar o estudo através da variação de tempo de contato (cinética de adsorção), pH, temperatura e isoterma de adsorção através deste método. Contudo, o PCL elaborado em laboratório apresentou propriedades de adsorção semelhantes àquelas de materiais similares encontrados na literatura, o que sugere o desenvolvimento de trabalhos futuros com outros métodos de quantificação.
Abstract: Dyes are organic compounds used to provide color and / or brightness to various types of materials such as papers and textile. However, the aromatic complex generally present in the chemical structure of the colorants turns the molecules highly stable and, moreover, some types of dyes are toxic and even carcinogenic, which requires wastewater treatment containing these compounds to comply with current legislation. Some textile effluents processes cannot meet legislation, which encourages the study of adsorption processes to remove dyes, as this technique presents moderate cost, shorter processing time and few variables to be controlled. In this context, the use of environmental liabilities as adsorbent materials has emerged, replacing the activated carbon, of higher cost. The orange peel, an example of agro-industrial waste, has the adsorption potential that can be exploited for the removal of dyes. The objective of this work was to evaluate the adsorption capacity of the Direct Blue 86 dye, routinely used in the textile industry, using powdered orange peel as an adsorbent. The orange peel was characterized by its humidity content, ash content, particle size analysis, infrared spectroscopy and scanning electron microscopy. The study of the adsorptive properties of orange peel understands iodine index, methylene blue index, zero point of charge and contact time to find adequate conditions of dye adsorption with orange peel powder. The orange peel powder (OPP) showed to be effective as an adsorbent material for textile dye, due to the physicochemical properties indicate porous structure compatible with the adsorption of molecules with dimensions of up to 15 micrometers. The OPP answered the ABNT NBR 2133 norm showing lower humidity content of 8%. The ash content indicated few impurities in the material, with a value of (2.79 ± 0.06) %. The methodology used in adsorption experiments did not allow quantification of the dye in the solutions, leading to an investigation of the possible causes. The results showed the Dlimonene, orange peel component, as responsible for the non-viability of the methodology employed, so it was not possible to quantify the study through the contact time of variation (adsorption kinetics), pH, temperature and adsorption isotherm by this method. Even so, laboratory-prepared OPP showed adsorption properties similar to those of materials found in literature, which suggests the development of future work with other methods of quantification.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12047
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2015_2_08.pdf1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.