Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12060
Título: Avaliação preliminar da degradação de comprimidos de ibuprofeno através do processo UV/H2O2
Título(s) alternativo(s): Preliminary evaluation of degradation of expired ibuprofen through Uv/H2O2 process
Autor(es): Biasi, Débora
Orientador(es): Martins, Lucia Regina Rocha
Palavras-chave: Resíduos de serviços de saúde
Oxidação
Cromatografia a líquido
Medical wastes
Oxidation
Liquid chromatography
Data do documento: 8-Dez-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: BIASI, Débora. Avaliação preliminar da degradação de comprimidos de ibuprofeno através do processo UV/H2O2. 2015. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Química) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015.
Resumo: Uma prática comum na população mundial é a ingestão de medicamentos por indicação de vizinhos e familiares, implicando em seu consumo indiscriminado. Devido à falta de informação, existem dúvidas quanto ao descarte, sendo que a maior parte das pessoas acreditam que o descarte adequado seja o lixo comum, tendo como destino final os aterros sanitários. Também devido ao problema da infraestrutura do saneamento básico no Brasil, muitos fármacos são introduzidos diretamente no ambiente. A legislação brasileira vigente classifica os medicamentos vencidos como Resíduos de Serviços de Saúde (RSS), considerados como perigosos (classe B) e o tratamento preconizado consiste na incineração ou disposição em aterros sanitários, quando recolhidos adequadamente. Tratamentos alternativos vêm sendo estudados, tais como processos oxidativos, que se caracterizam pela oxidação da matéria orgânica. O objetivo deste trabalho foi a avaliação da degradação de comprimidos de ibuprofeno, fora do prazo de validade e previamente dissolvidos em meio aquoso, através de processo Uv/H2O2. Para tal finalidade foram utilizados dois reatores distintos, o primeiro utilizando uma lâmpada de mercúrio de baixa pressão com potência de 28W, com volume útil de 1L e o segundo com lâmpada de mercúrio de alta pressão de 125W em reator de 500 mL ambos utilizando recirculação da amostra. As amostras foram preparadas considerando a concentração nominal de 1,2 g L-1 de ibuprofeno em pH 8; para o segundo reator os processos foram feitos com e sem hidrólise ácida prévia. O monitoramento das reações foi realizado por cromatografia líquida de alta eficiência com detector de arranjo de diodos (CLAE-DAD), além das análises: concentração de peróxido, espectroscopia UV-Vis, DQO, turbidez e atividade antimicrobiana (Bacilus subtilis). Para o reator com lâmpada de baixa pressão foram necessários 450 minutos para consumo de 80% do peróxido, com remoção de 50% da DQO e 61,5% de turbidez. Já para o reator com lâmpada de alta pressão foram necessários 300 minutos para o consumo da mesma quantidade de oxidante, porém com menor redução de DQO e turbidez (26 e 40%, respectivamente). Para a amostra com hidrólise ácida foi observada uma alta deposição de precipitado junto ao bulbo da lâmpada, com redução de 50% de peróxido e 25% de DQO. Foi observada também a redução da atividade antimicrobiana, sendo que foi similar para todas as amostras pós-tratamento, sem alteração de inibição com a diluição. Com os resultados obtidos no presente estudo, foi possível observar que o processo oxidativo, quando aplicado diretamente em amostras de comprimidos, é significativamente influenciado pelos excipientes encontrados nas amostras.
Abstract: Worldwide population usually ingest drugs by indication of neighbors and family members, resulting in indiscriminate consumption. Due to lack of information, there are doubts as the proper way to disposal of it, and most people believe that it is the common trash. Also due to the problem of infrastructure in Brazil, many pharmaceuticals are introduced directly into the environment. The current Brazilian legislation classifies it as Health services waste, considered as hazardous (Class B) and the recommended treatment consists of incineration or disposal in landfill when collected properly. Alternative treatments have been studied, such as oxidative processes, usually used for degradation of organic matter. The objective of this work was the assessment of the degradation of ibuprofen tablets expired in solution by UV/H2O2 process. For this purpose, were used two separate reactors, the first using a low pressure mercury lamp with 28W and an internal volume of 1L and the latter with a high pressure mercury lamp with 125W in a 500 ml reactor, both using sample recirculation. The solutions were prepared to a final concentration of 1,2 g L-1 ibuprofen with pH 8, and for the second reactor one of the samples passed through an acid hydrolysis. The reaction was monitored using highperformance liquid chromatography with diode array detector (HPLC-DAD) and also: peroxide concentration, UV-Vis, COD, turbidity and antimicrobial activity (Bacillus subtilis). The reactor with low pressure lamp took 450 minutes to consumption of 80% of the peroxide with 50% removal of COD and turbidity of 61,5%. As for the reactor with high pressure lamp 300 minutes were required to consume the same amount of oxidant, but with less reduction in COD and turbidity (26 and 40%, respectively). For the sample with hydrolysis, it was observed a high deposition of precipitate on the lamp bulb causing lower consumption of peroxide (50%) and therefore less reduction of COD (25%). The antimicrobial activity was high before the treatment and after it was lower but similar for all post-treatment samples without changing inhibition with dilution. The results of this preliminary analysis is that the process is highly influenced by the excipients found in the tablets.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12060
Aparece nas coleções:CT - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COQUI_2015_2_20.pdf1,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.