Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12290
Título: Análise espacial do black carbon e material particulado oriundos de emissões veiculares no município de Curitiba/PR
Título(s) alternativo(s): Spatial analysis of black carbon and fine particulate matter from vehicular emissions in the city of Curitiba/PR
Autor(es): Rojo, Arthur Perassoli
Orientador(es): Batista, Lígia Flávia Antunes
Palavras-chave: Análise espacial (Estatística)
Sistemas de informação geográfica
Ar - Poluição
Poluentes
Interpolação
Spatial analysis (Statistics)
Geographic information systems
Air - Pollution
Pollutants
Interpolation
Data do documento: 3-Mai-2019
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: ROJO, Arthur Perassoli. Análise espacial do black carbon e material particulado oriundos de emissões veiculares no município de Curitiba/PR. 2019. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2019.
Resumo: Devido ao aumento da concentração da população em centros urbanos, principalmente nas últimas décadas, a emissão de poluentes atmosféricos tem se intensificado, ocasionando em problemas para a população e cidades em todo o globo. Por isso, estudos que buscam quantificar a exposição dos indivíduos aos poluentes atmosféricos, em especial o Black Carbon e Material particulado, de forma em que se possa entender o comportamento espacial dessas concentrações na malha urbana são extremamente importantes. Os dados da poluição do ar no centro de Curitiba (PR) foram medidos por meio de equipamentos portáteis instalados em bicicletas adaptadas no mês de agosto de 2016, no período de sete dias consecutivos e, portanto a aquisição de tais dados não fez parte deste trabalho. O Objetivo geral do estudo foi determinar a variabilidade espacial das concentrações de partículas finas (Black Carbon, Material Particulado) para toda a região de interesse. Fez-se uma análise da estatística descritiva para observar sua distribuição, além da análise de autocorrelação entre os poluentes obtidos. Para espacializar a distribuição dos poluentes em toda a área de estudo foi feita análise de tendência e geração de superfícies por interpolação com os métodos: Média simples, ponderação pelo inverso das distância e Krigagem ordinária. Como resultados, geraram-se mapas das concentrações de Black Carbon e Material particulado e identificaram-se áreas onde há maiores concentrações, locais estes, que podem oferecer risco para a saúde humana. Constatou-se que o período da manhã registra valores mais altos desses poluentes na área em questão. Constatou-se que para valores mínimos e máximos, sem outliers, de concentração de Black Carbon o período da manhã possuía, respectivamente, 70% e 84% maior concentração do poluente em comparação com a tarde. Para o Material particulado, o período da manhã obteve a mesma concentração mínima em relação ao período da tarde, já para valores máximos, verificou-se que a tarde apresentava 14% a mais desse poluente. Utilizando o Erro Quadrático Médio como forma de comparação entre os métodos, chegou-se à conclusão que a Média Simples apresenta um mapa que melhor representa a distribuição dos dados medidos.
Abstract: Due to the increasing concentration of population in urban centres, especially in recent decades, the emission of air pollutants has intensified, resulting in problems for the population and cities across the globe. So, studies that seek to quantify the exposure of individuals to air pollutants, in particular the Black Carbon and particulate matter, studies which aim to quantify the human exposition to these air pollutants in order to comprehend the spatial behavior of these concentrations in the urban network are extremely important. In this work, the data of air pollution in the Centre of Curitiba (PR) were measured by means of portable equipment installed on bicycles adapted, during August 2016, for the period of seven consecutive days. The overall objective of this study was to determine the spatial variability of concentrations of fine particles (Black Carbon, Fine Particulate Matter) for the entire region of the study area in order to observe your dispersion. The descriptive statistics were analyzed to observe data distribution, besides the analysis of autocorrelation. In order to spatialize the pollutants distribution throughout the study area, several methods were used, such as trend and interpolation analysis (Simple Average, Inverse Distance Weighted – IDW, Ordinary Kriging Method). As results, maps of air pollutant have been generated and areas where there are higher concentrations have been identified, which may pose a risk to human health. It was found that the studied area was more affected by these pollutants in the morning. In addition, it was found that the minimum and maximum concentration values of Black Carbon in the morning are respectively 70% and 84% higher than those observed in the afternoon. Concerning Particulate Matter, the same minimum concentration was obtained in both periods; however, the maximum value obtained in the morning was 14% higher than this pollutant concentration in the afternoon. Lastly, using the Mean Square Deviation as a way of comparing methods, it was concluded that Simple Average presents a map which represents the measured data distribution better than the others.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12290
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2019_1_02.pdf1,57 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.