Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12294
Título: Tratamento físico e químico de efluente de laticínios com o uso de coagulantes orgânicos
Título(s) alternativo(s): Physical and chemical treatment of dairy effluent with the use of organic coagulants
Autor(es): Fraisoli, Dioni
Orientador(es): Theodoro, Joseane Debora Peruço
Palavras-chave: Águas residuais - Purificação
Indústria de laticínios
Coagulantes
Taninos
Moringa oleifera
Sewage - Purification
Dairy products industry
Coagulants
Tannins
Data do documento: 4-Jul-2019
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Londrina
Referência: FRAISOLI, Dioni. Tratamento físico e químico de efluente de laticínios com o uso de coagulantes orgânicos. 2019. 71 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2019.
Resumo: A não realização do tratamento do efluente gerado pela indústria de laticínios podem acarretar problemas ambientais e a saúde humana. Alternativas ambientalmente corretas estão sendo estudadas em detrimento ao uso de coagulantes químicos. O presente trabalho teve como objetivo a utilização dos coagulantes orgânicos Tanino e Moringa Oleífera nos processos de coagulação/floculação/sedimentação e filtração a fim de compará-los em relação a eficiência no processo de tratamento físico e químico de efluente de laticínios. Por meio de ensaios através do equipamento Jar-Test, foram aplicadas diferentes dosagens e variações de pH para os coagulantes. Avaliou-se a eficiência na remoção dos parâmetros cor aparente, turbidez, condutividade elétrica, sólidos totais dissolvidos e pH após os processos de coagulação/floculação/sedimentação. Os mesmos parâmetros, acrescidos da Demanda Química de Oxigênio (DQO), foram analisados após o processo de filtração a fim de compara-los e verificar se após os tratamentos os valores analisados se encontram dentro dos limites estabelecidos pelas legislações CONAMA 357/05, CONAMA 430/11 e CEMA 70/09. O coagulante Tanino foi o mais eficiente. Foram obtidas remoções máximas de cor aparente e turbidez após os ensaios no Jar-Test de 89,81% e 87,32% respectivamente. Após a filtração, obteve-se remoções máximas de 99% para cor, 99,52% para turbidez e 95,39% para DQO. Para o coagulante Moringa Oleífera, após ensaio Jar-test verificou-se remoção de 50,52% para cor aparente e de 43,25% para turbidez. Após a filtração, as maiores porcentagens de remoções de cor aparente, turbidez e DQO foram de 96,63%, 97,89% e 93,7%. Para as análises dos parâmetros condutividade elétrica e pH, não houve alterações expressivas durante os tratamentos. Observou-se aumento de sólidos totais dissolvidos para ambos os processos. Não houve variações expressivas para nenhum parâmetro em relação a concentração dos coagulantes e o pH em meio ácido mostrou- se o mais indicado para os ensaios. Constatou-se maior eficiência para os processos em conjunto. Após a filtração todos os parâmetros atenderam a legislação pertinente com exceção da DQO. Ressalta-se que o método aplicado foi eficiente nas condições em pH ácido.
Abstract: Failure to treat the effluent generated by the dairy industry can lead to environmental and human health problems. Environmentally correct alternatives are being studied to the detriment of the use of chemical coagulants. The present work had the objective of using organic coagulants Tanino and Moringa Oleífera in the processes of coagulation / flocculation / sedimentation / filtration in order to compare them in relation to the efficiency in the processes. Different dosages and pH variations were applied to the coagulants by means of Jar-Test tests. It was evaluated the efficiency in the removal of the parameters apparent color, turbidity, conductivity, total dissolved solids, pH after the coagulation / flocculation / sedimentation processes and the same parameters plus chemical oxygen demand (COD) after the filtration process in order of comparing them and also to verify if after the treatments the analyzed values are within the limit established by the legislation. The coagulant Tanino proved to be more efficient for the treatments. It obtained maximum removals of apparent color and turbidity after the Jar-Test tests of 89.81% and 87.32% respectively. After filtration, it obtained maximum removals of 99% for color, 99.52% for turbidity and 95.39% for COD. For the Moringa Oleifera coagulant, after Jar-test assay obtained maximum removal in the values of 50.52% for apparent color and 43, 25% for turbidity. After the filtration obtained the highest percentages of removal of apparent color, turbidity and COD of 96.63%, 97.89% and 93.7%. For the analysis of the parameters electrical conductivity and pH, there were no significant changes during the treatments and an increase in the analysis of total solids dissolved for both processes was observed. There were no significant variations for any parameter in relation to the concentration of coagulants and acid pH was the most suitable for the tests. Greater efficiency was shown for the processes together. After filtration all parameters met the relevant legislation with the exception of COD.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12294
Aparece nas coleções:LD - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LD_COEAM_2019_1_06.pdf1,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.