Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12480
Título: Riscos emergentes na construção civil: riscos psicossociais aos trabalhadores de pequenas obras
Título(s) alternativo(s): Emerging risks in civil construction: psychosocial risks to workers of small works
Autor(es): Souza, Vânia Cristina da Silva de
Orientador(es): Michaloski, Ariel Orlei
Palavras-chave: Acidentes de trabalho
Avaliação de riscos
Construção civil
Industrial accidents
Risk assessment
Building
Data do documento: 20-Dez-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: SOUZA, Vânia Cristina da Silva de. Riscos emergentes na construção civil: riscos psicossociais aos trabalhadores de pequenas obras. 2018. 15 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: Este estudo objetiva, através de uma pesquisa bibliográfica em literatura específica sobre o tema, analisar se as políticas de prevenção de acidente de trabalho podem ser idênticas, independentemente do porte da obra. O questionamento a ser respondido é: como os riscos psicossociais acometem trabalhadores de pequenas obras? Averigua-se, ainda, durante este estudo, se existe uma diferença perceptível entre as grandes e as pequenas obras, do ponto de vista da saúde do trabalhador, e se as causas dessa pendência são: a invisibilidade social das pequenas obras; a cultura empresarial desvinculada da questão da saúde; o desconhecimento da norma (especificamente a NR-18); e a presunção dos profissionais em geral de que prevenção se resume aos equipamentos de prevenção individual (EPIs). Concluiu-se que, já há algumas décadas, a NR-18 trouxe inovações importantes, mas é preciso avançar não com a legislação e, sim, com a sua aplicabilidade em todos os canteiros de obras do país. Sugeriu-se a instituição de uma lei para as pequenas obras lançando apenas os itens mais importantes de segurança e de prevenção de acidentes.
Abstract: This study aims, through a bibliographical research in specific literature on the subject, to analyze if the policies of prevention of accidents at work can be identical, regardless of the size of the work. The question to be answered is: how do psychosocial risks affect small-scale workers? In this study, it is also clear whether there is a noticeable difference between large and small works from the point of view of the health of the worker, and whether the causes of this pendency are: the social invisibility of small works; the corporate culture unrelated to the health issue; ignorance of the standard (specifically NR-18); and the presumption of professionals in general that prevention is limited to individual prevention equipment (PPE). It has been concluded that NR-18 has brought important innovations for some decades, but it is necessary to move forward not with legislation but with its applicability in all construction sites in the country. It was suggested that a law be established for small works by launching only the most important safety and accident prevention items.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12480
Aparece nas coleções:PG - Engenharia de Segurança do Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
riscosemergentesconstrucaocivilpsicossociais.pdf324,71 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.