Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12702
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorJacome Junior, Francisco das Chagas-
dc.date.accessioned2019-10-29T13:52:57Z-
dc.date.available2019-10-29T13:52:57Z-
dc.date.issued2019-06-25-
dc.identifier.citationJACOME JUNIOR, Francisco das Chagas. Otimização do posicionamento de coletores solares. 2019. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado Engenharia Mecânica) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12702-
dc.description.abstractThe increasing demand for electricity and the possible collapse of production capacity from conventional power plants and the increase of production costs open possibilities for the use of new types of energy production, alternatives to petroleum. There are several types of renewable energy, such as the use of sunlight for direct production of electricity or for heating water. For the best use of the solar rays, the solar collectors should be oriented in the best possible way. Manufacturers and several authors of books on solar collector implementations recommend using latitude as the angle of inclination, or with some variation, for the panels. Real data of direct solar radiation were used to reach the best positioning according to the description of factor Rb (inclination factor for direct solar radiation) by three authors, Duffie and Beckman (2006) and Kalogirou (2016). A Matlab program was developed to scan every day of the year and collect the direct radiation data for each hour of the day, and turn the total into kWh/m2year, which is the most viewed form in solar maps and is easily converted to kWh/ m2month or kWh/m2day. The simulation was applied in the beginning in Curitiba/PR and in several localities taking into account the difference of latitudes of different cities of Brazil. Winter has been taken into consideration for applications that require more energy in this period, such as solar water heaters. It was concluded that latitude can be used as an angle of inclination for solar panels, but for big projects, a gain of up to 1.0% can be achieved if used the developed simulation.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paranápt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectColetores solarespt_BR
dc.subjectRecursos naturais renováveispt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.subjectSolar collectorspt_BR
dc.subjectRenewable natural resourcespt_BR
dc.subjectSustainable developmentpt_BR
dc.titleOtimização do posicionamento de coletores solarespt_BR
dc.title.alternativePositioning optimization of solar collectorspt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.description.resumoO crescente aumento da demanda por energia elétrica, o possível esgotamento da capacidade de produção dos meios convencionais de produção e o aumento de seu valor abrem possibilidades para o aproveitamento de novos tipos de produção de energia; alternativas aos derivados do petróleo ou fósseis. Como exemplo pode-se utilizar a luz solar para a produção direta de eletricidade ou para o aquecimento de água. Para o melhor aproveitamento dos raios solares, deve-se orientar os coletores solares da melhor forma possível. Fabricantes e vários autores de livros, sobre instalações de coletores solares, recomendam utilizar a latitude como ângulo de inclinação e a direção ao Norte geográfico. Dados reais de radiação direta solar foram utilizados para se chegar ao melhor posicionamento de acordo com a descrição do fator Rb (fator de inclinação para radiação solar direta) por três autores, Duffie e Beckman (2006) e Kalogirou (2016). Foi desenvolvido um programa no Matlab para varrer todos os dias do ano e coletar os dados de radiação direta para cada hora do dia e transformar o total em kWh/m2ano, que é a forma mais vista nos mapas solares e é de fácil conversão para kWh/m2mês ou kWh/m2dia. A simulação foi aplicada, a princípio, em Curitiba/PR e, posteriormente, em várias localidades, levando-se em conta a diferença de latitudes de diferentes cidades do Brasil. O inverno foi levado em consideração para aplicações que precisem de mais energia nesse período, como os aquecedores solares de água. Chegou-se à conclusão de que a latitude pode ser utilizada como ângulo de inclinação para os painéis solares, porém, para projetos grandes, pode-se ter um ganho de até 1% se utilizada a simulação desenvolvida neste trabalho.pt_BR
dc.degree.localPonta Grossapt_BR
dc.publisher.localPonta Grossapt_BR
dc.contributor.advisor1Santos, Gerson Henrique dos-
dc.contributor.referee1Santos, Gerson Henrique dos-
dc.contributor.referee2Zammar, Gilberto-
dc.contributor.referee3Alves, Thiago Antonini-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento Acadêmico de Engenharia Mecânicapt_BR
dc.publisher.programEngenharia Mecânicapt_BR
dc.publisher.initialsUTFPRpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICApt_BR
Aparece nas coleções:PG - Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_DAMEC_2019_1_11.pdf4,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.