Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12729
Título: Avaliação antimicrobiana de óleos essenciais e sua capacidade antioxidante em ensaios in vitro
Título(s) alternativo(s): Antimicrobial evaluation of essential oils and their antioxidant capacity in vitro assays
Autor(es): Bachi, Alex Júnior
Orientador(es): Busso, Cleverson
Palavras-chave: Essências e óleos essenciais
Agentes antiinfecciosos
Antioxidantes
Essences and essential oils
Anti-infective agents
Antioxidants
Data do documento: 23-Jun-2017
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: BACHI, Alex. Avaliação antimicrobiana de óleos essenciais e sua capacidade antioxidante em ensaios in vitro. 2017. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2017.
Resumo: Estudos científicos têm revelado o potencial risco à saúde humana associados ao excessivo uso de antibióticos, aditivos conservantes e agrotóxicos. O uso indiscriminado de antibióticos favorece o surgimento de microrganismos resistentes a esses medicamentos. Os aditivos conservantes se ingeridos em quantidades elevadas podem gerar efeitos citotóxicos. Os estudos referentes aos agrotóxicos geram grandes discussões, ao revelar a capacidade mutagênica, carcinogênica e teratogênica. Os óleos essenciais de plantas têm sido utilizados como alternativa ao uso de antibióticos, sobretudo, pela facilidade de serem encontrados e extraídos. Nesse sentido, os objetivos deste trabalho foram avaliar in vitro se os compostos presentes nas plantas de Cymbopogon winterianus (citronela), Pogostemon cablin (patchouli), Eugenia uniflora (pitanga), Melaleuca anternifolia Cheel (melaleuca), Casearia sylvestris Swartz (guaçatonga) e Lavandula angustifolia Miller (lavanda) possuem atividade antibacteriana e também antioxidante. Os óleos essenciais foram obtidos a partir das folhas destas plantas pelo processo de hidrodestilação e a composição foi determinada utilizando-se um cromatógrafo a gás acoplado a um espectrômetro de massas. O potencial antibacteriano do óleo foi estabelecido através do método de microdiluição em placas para determinação das Concentração Inibitória Minima (CIM) e Concentração Bactericida Minima (CBM). O efeito sobre a curva de crescimento bacteriano, foi realizado através de bioensaio em caldo Mueller Hinton, com concentrações iniciais dos óleos equivalentes a CIM, as concentrações de bactérias foram determinadas e ajustadas em espectrofotômetro em uma absorbância 0,08 com D.O625 1,5x108 UFC mL-1, em triplicatas. A concentração bacteriana foi medida em tempo 0, 2, 4, 6, 8 e 12 horas utilizando-se para teste as bactérias Staphylococcus aureus, Escherichia coli e Salmonella entérica. A ação antioxidante foi avaliada pela capacidade do óleo em sequestrar o radical 2,2difenil-1-picril-hidrazil (DPPH). Foram identificados 53 diferentes compostos nos óleos testados, sendo os principais 1,8-cineol 72,31%, β-citronelal 34,15% e pachoulol 21,99%, apenas três compostos, 1,8-cineol, σ-amorfeno e o γ-moruleno, foram identificados em mais que um óleo. No que se refere ao efeito antibacteriano, o óleo essencial de pitanga apresentou melhor atividade inibitória para a cepa E. coli com CIM de 1,49 mg mL-1, o óleo de melaleuca registrou melhor atividade bactericida com CBM de 5,67 mg mL-1. O óleo de pitanga sobre a bactéria S. enterica, com valores de CIM 2,98 mg mL-1 e CBM 5,98 mg mL-1, para a cepa d S. aureus o óleo de citronela foi mais efetivo com 2,63 mg mL-1 de CIM e 5,27 mg mL-1 de CBM, resultados semelhantes foram obtidos nos gráficos de curva de crescimento. O óleo essencial de citronela apresentou o resultado de 660,48 µmol TE mL-1 e o óleo de melaleuca não registrou atividade antioxidante. Os resultados obtidos apontam para o potencial de uso dos óleos essenciais em produtos com propriedades antioxidantes, bem como, coadjuvantes de antibióticos.
Abstract: Scientific studies have revealed the potential human health risks associated with excessive use of antibiotics, preservative additives and pesticides. The indiscriminate use of antibiotics favors the emergence of resistant microorganism to these drugs. Conservative additives if ingested in high amounts may be cytotoxic. The studies concerning the agrotoxics generate an infinite discussion, revealing the mutagenic, carcinogenic and teratogenic capacity. The essential oils of plants has been used as an alternative to the use of antibiotics, mainly, by the facility of being found and extracted. In this sense, the objective of this work is to evaluate in vitro if the compounds present in Cymbopogon winterianus (citronela), Pogostemon cablin (patchouli), Eugenia uniflora (pitanga), Melaleuca anternifolia Cheel (melaleuca), Casearia sylvestris Swartz (guaçatonga) e Lavandula angustifolia Miller (lavanda) have antibacterial, antioxidant activities. The essential oils were obtained from the leaves of this plants by the process of hydrodistillation and the composition was determinate utilizing a Gas-chromatograph coupled to a Mass spectrometer. The antibacterial potential of the oils were established through of the microdilution method in plates to determination of Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and Minimum Bactericidal Concentration (CBM). The effect on the bacterial growth curve was carried out by means of a Mueller Hinton broth bioassay with concentration initial of the equivalents oils the MIC, the concentrations of bacterial were determinate and adjusted in spectrophotometer in absorbance 0.08 with D.O625 of 1.5x108 CFU mL-1, in triplicates the bacterial concentration was measured in time 0, 2, 4, 8 and 12 hours. The antioxidant action was evaluated by the ability of the oil to sequester the radical 2,2-diphenyl-1-picryl-hydrazyl (DPPH). A total of 53 different compounds were identified in the tested oils, with 1,8-cineol being 72,31%, β-citronellal 34,15% and pacholol 21,99%. Only three compounds, 1,8-cineole, σ-amorphene and γ-morulene, were identified in more than one oil. As regards by antibacterial effect, the pitanga essential oil presented better inhibitory activity for the E. coli with MIC of 1,49 mg mL-1, melaleuca oil had better bactericidal activity with CBM of 5,67 mg mL- 1. The pitanga oil in the S. enterica bacterium, with MIC values 2,98 mg mL-1 and MBC 5,98 mg mL1, for S. aureus citronella oil was more effective with 2,63 mg mL-1 MIC and 5,27 mg mL-1 MBC, similar results were obtained on growth curve graphs. The essential oil of citronella presented the best result 660,48μmol TE mL-1, and the oil of melaleuca did not record oxidant activity. The results obtained point to the potential use of essential oils in products with antioxidant properties, as well as antibiotic adjuvants.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12729
Aparece nas coleções:DV - Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COBIO_2017_1_01.pdf1,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.