Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1273
Título: A incidência do estresse gerado pelas atividades dos profissionais de arquitetura
Autor(es): Tebcherani, Vanessa Bassani
Orientador(es): Romanelli, Egidio Jose
Palavras-chave: Arquitetos
Arquitetura
Stress (Psicologia)
Qualidade de vida
Architects
Architecture
Stress (Psychology)
Quality of life
Data do documento: 7-Jun-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: TEBCHERANI, Vanessa Bassani. A incidência do estresse gerado pelas atividades dos profissionais de arquitetura. 2012. [69] f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2012.
Resumo: O século XXI é marcado por mudanças culturais, de paradigmas, sócio-econômicos e de valores que implicam em uma readaptação do indivíduo no mundo do trabalho e no meio em que vive. Nesse sentido, o trabalhador precisa lutar para conquistar o seu espaço, pois a capacidade de mercado de trabalho em gerar empregos depende da expansão econômica e também das instituições que regulam o funcionamento das relações do trabalho. O ambiente de trabalho pode trazer desafios, satisfações e socialização, como também pode ser um meio que propicia fatores estressantes. Nos escritórios de arquitetura essas características são percebidas, constituindo-se um problema e uma ameaça para os próprios indivíduos e para as organizações onde eles trabalham. Daí a finalidade desta pesquisa em conhecer as causas do estresse, os fatores estressores, fases de desenvolvimento e as implicações no trabalho do arquiteto. Para tanto foi realizada uma pesquisa bibliográfica sobre o estresse, complementada com a profissão do arquiteto e sua formação. Na fase conclusiva, encaminhou-se um questionário aos arquitetos cujas respostas permitiram identificar alguns índices de estresse como ansiedade, perfeccionismo, distribuição do tempo, inquietude, receio vago. Como complementação da pesquisa, no referencial teórico, foram apontadas medidas para a prevenção do estresse, visando uma melhor qualidade de vida.
Abstract: The 21th century is marked by cultural changes, social-economic paradigms and values that implies at the readjust of the individual at the professional and living environments. In this meaning, the professional needs to work hard to archive it’s place, then the market capability in creating jobs depends of the economic expansion, and also of the institutions that adjust the work relationship functioning. The work environment can create challenges, satisfactions and socialization, as well can be a way that can lead to stressful factors. At the architecture offices these characteristics noticed, being a problem and a threat to the individuals and to the organizations where they work. Therefore the point of this research in knowing the causes of the stress, stressful factors, developing phases and the implications at the architectural job. So a bibliographical research was made about the stress, complemented with the architect’s job and formation. At the conclusive phase, a form was sent to the architects who the answers allowed identify the stress level such as anxiety, perfectionism, time distribution, disquietude and vague fears. As a complement of this research, at the theoretical eferential, stress prevention methods were mentioned, look for a better life quality.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1273
Aparece nas coleções:CT - Gerenciamento de Obras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_GEOB_XVII_2011_23.pdf5,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.