Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12796
Título: Comparação ergonômica: aplicação de argamassa manual x argamassa projetada
Título(s) alternativo(s): Ergonomic comparison: application of manual plaster vs. projected plaster
Autor(es): Anjos, Ana Carolina dos Passos dos
Orientador(es): Catai, Rodrigo Eduardo
Palavras-chave: Ergonomia
Argamassa
Alvenaria
Segurança do trabalho - Normas
Human engineering
Mortar
Masonry
Industrial safety - Standards
Data do documento: 5-Jul-2019
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: ANJOS, Ana Carolina dos Passos dos. Comparação ergonômica: aplicação de argamassa manual x argamassa projetada. 2019. 55 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gerenciamento de Obras) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2019.
Resumo: Sabe-se que o método construtivo mais comum no Brasil é o de construções em alvenaria e em consequência disso, a aplicação de reboco para finalização das paredes (IBGE, 2017). Devido a isso, essa monografia tem como objetivo fazer uma comparação entre os dois métodos de aplicação de reboco: via aplicação de argamassa manual e argamassa projetada. Para poder demonstrar a relação entre qualidade ergonômica e produtividade, além de trazer a conscientização com relação à necessidade da qualidade do espaço de trabalho e bem-estar do profissional. Com o intuito de fazer essa comparação, o método utilizado foi o da entrevista com profissionais que trabalham na área da construção civil, assim como, fazer visitas técnicas a estudos de caso, os quais estivessem fazendo a aplicação da argamassa manual, projetada ou ambas. Além disso, foi aplicado o método OWAS, para a avaliação postural, assim como a conferência das normas regulamentadoras 15 e 17 (2015). Após a execução dessas atividades, o resultado encontrado foi que mesmo com questões a serem resolvidas, a aplicação de argamassa projetada se mostra a melhor opção ergonômica, com 12% menos movimentos prejudiciais que a aplicação de argamassa manual e produtiva, com 49% menos tempo, para recobrir a mesma área.
Abstract: It is known that the most common construction method in Brazil is that of masonry constructions and, as a result, the application of plaster to finish the walls (IBGE, 2017). Because of this, this monograph aims to make a comparison between the two methods of application of plaster: by application of manual plaster and projected plaster. To be able to demonstrate the relationship between ergonomic quality and productivity, and bring awareness regarding the need for quality workspace and well-being of the professional. In order to make this comparison, the method used was the interview with professionals working in the field of construction, as well as making technical visits to case studies, who were applying the manual plaster, projected or both. In addition, the OWAS method was applied for postural assessment as well as the conference of regulatory standards 15 and 17 (2015). After performing these activities, the result was that even with issues to be solved, the application of projected plaster is the best ergonomic option, with 12% less harmful movements than the application of manual plaster and productive, with 49% less time, to cover the same area.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12796
Aparece nas coleções:CT - Gerenciamento de Obras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_GEOB_XXV_2019_01.pdf2,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.