Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12953
Título: Impacto da umidade do farelo de soja no resultado final da proteína bruta
Título(s) alternativo(s): Impact of soybean meal dampness on final protein outcome
Autor(es): Albani, Ana Paula Duarte
Orientador(es): Broday, Evandro Eduardo
Palavras-chave: Soja - Produtos - Avaliação
Proteínas de soja
Grãos
Umidade
Soybean products - Rating of
Soy proteins
Grain
Humidity
Data do documento: 7-Dez-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Referência: ALBANI, Ana Paula Duarte. Impacto da umidade do farelo de soja no resultado final da proteína bruta. 2018. 24 f. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização (Engenharia da Qualidade) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2018.
Resumo: A presente pesquisa foi realizada com intuito de identificar a variabilidade da proteína bruta do farelo de soja, devido o teor de umidade presente no farelo. Para a concretização deste estudo foram coletados dados qualitativos e quantitativos com o intuito de obter resultados plausíveis referente o objetivo proposto, que é a verificação do impacto da umidade do farelo de soja no resultado da proteína bruta. Para tanto foi realizada a análise por espectroscopia de infravermelho que consiste em uma metodologia fundamentada nas vibrações moleculares. O farelo utilizado para a coleta de dados quantitativos foi o farelo tostado, um dos mais utilizados para a produção de ração para ruminantes. Destaca-se a importância desta pesquisa devido a crescente demanda pela alimentação saudável, o que evidencia a necessidade de melhor utilização dos recursos alimentícios de aves, suínos e bovinos, os quais são fontes de alimentação humana. Com os estudos realizados e posteriormente ao teste de espectroscopia de infravermelho efetivado, constatou-se a correlação existente entre a umidade e a proteína bruta do farelo de soja, verificou-se que há uma relação negativa entre as duas variáveis, ou seja, que o aumento da umidade no farelo implica no decréscimo da proteína.
Abstract: The present research was carried out to identify the crude protein variability of soybean meal, due to the moisture content present in the meal. For the accomplishment of this study, qualitative and quantitative data were collected in order to obtain plausible results regarding the proposed objective, which is the verification of the impact of soybean meal moisture on the crude protein final esult. For this, the analysis was performed by infrared spectroscopy, which consists of a methodology based on molecular vibrations. The bran used to collect quantitative data was roasted meal, one of the most used for the production of ruminant feed. The importance of this research is highlighted by the growing demand for healthy food, which highlights the need for better use of the poultry, pork and beef food resources, which are sources of human food. With the studies carried out and after the Infrared Spectroscopy test, the correlation between moisture and crude protein of soybean meal was verified, it was verified that there is a negative relation between the two variables, that is, that the increasing the moisture in the bran implies in the decrease of the protein.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12953
Aparece nas coleções:PG - Engenharia da Qualidade

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ENG_QUALI_2018_02.pdf353,62 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.