Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12971
Título: Sistema térmico de higienização e secagem de lodo de esgoto movido a energia solar e a biogás
Título(s) alternativo(s): Thermal system of hygienization and drying of the sewage sludge powered by solar energy and biogas
Autor(es): Wagner, Luiz Gustavo
Orientador(es): Urbanetz Junior, Jair
Palavras-chave: Lodo residual
Biogás
Secagem
Energia solar
Sewage sludge
Biogas
Drying
Solar energy
Data do documento: 8-Dez-2015
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: WAGNER, Luiz Gustavo. Sistema térmico de higienização e secagem de lodo de esgoto movido a energia solar e a biogás. 2015. 120 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Energias Renováveis) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015,
Resumo: O lodo de esgoto é um resíduo sólido oriundo do tratamento de esgotos domésticos. Sua destinação deve ser ambientalmente adequada, sanitariamente segura e economicamente viável, estando em conformidade com as legislações vigentes no Brasil. Para atender essa expectativa, o lodo deve ser submetido a um processo que promova sua higienização e sua secagem. Dentre as técnicas que podem ser utilizadas para esse fim, destaca-se a via térmica. No entanto, é necessária uma fonte de energia capaz de transferir calor ao lodo. Um sistema piloto constituído por 2 protótipos de leito de secagem foi construído para transferir calor ao lodo por meio de piso radiante, alimentado por energia solar e biogás. Os resultados obtidos demonstraram que a energia solar promove o pré-aquecimento do sistema e que o biogás atuando como fonte de energia complementar proporciona a elevação da temperatura do lodo de esgoto a patamares térmicos compatíveis a sua higienização e secagem. As temperaturas obtidas foram de 66,97 e 77,35 °C, respectivamente nos protótipos 1 e 2, de média durante o estágio de higienização, enquanto que o teor de sólidos totais foi de 86,69 e 88,07%, respectivamente. Verificou-se ainda que a produção de biogás em ETEs é suficiente para alimentar um sistema de higienização e secagem térmica de lodo de baixo custo, sendo que a autonomia foi de 164% no protótipo 1 e 295% no protótipo
Abstract: Sewage sludge is a solid waste arising from the treatment of domestic sewage. Its destination must be environmentally sound and sanitary safe, to comply with the laws in force in Brazil. To meet this expectation, the sludge must be subjected to a process that promotes its cleaning and drying. Among the techniques which can be used for this purpose, there is a thermal process. However, a power source capable of transferring heat to the sludge is necessary. A pilot system consisting of two prototype was built to transfer heat to sludge through underfloor heating, powered by solar energy and biogas. The results showed that solar energy promotes the preheating of system and when operated with biogas acting with complementary energy source, provides the increase in sewage sludge at thermal levels compatible to their cleaning and drying. The average temperatures obtained in the prototypes 1 and 2 they reached 66,97 and 77,35°C, respectivaly. The total solids concentration they reached 86,69 e 88,07%, respectively. It was also found that biogas production in Sewage Tratament Plants is sufficient to feed a Thermal system of hygienization and drying of the sewage sludge low cost. The prototype 1 presented a autonomy of 165%, while the prototype 2 presented a autonomy of 295%.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/12971
Aparece nas coleções:CT - Energias Renováveis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEER_I_2014_08.pdf4,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.