Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/13937
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Matheus da Fonseca-
dc.date.accessioned2019-12-18T15:28:34Z-
dc.date.available2019-12-18T15:28:34Z-
dc.date.issued2015-06-25-
dc.identifier.citationSILVA, Matheus da Fonseca. Efeito de produtos fitossanitários alternativos sobre Thaumastocoris peregrinus (Carpintero & Dellapé) (Hemiptera: Thaumastocoridae). 2015. 29 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/13937-
dc.description.abstractEucalyptus has more than 730 species and only in Brazil, occupying more than 6,664,812 hectares of planted area. Due to this fact and the intense monoculture, eucalyptus has an increasingly common insect pest, the eucalyptus bronze bug Thaumastocoris peregrinus. This insect has caused loss of photosynthetic area of the plants, leaves falling from trees, and even death of this culture. Because of this various methods of control, among these, the alternative control with the use of phytossanitary products. Thus, the aim of this study was to evaluate the insecticidal effect of alternative phytossanitary products on T. peregrinus. The experiments to be performed were the Confinement Test, which analyzes the insecticide effect of five phytossanitary alternative products (Azamax [marca registrada], Nim Base [marca registrada], Fortneem [marca registrada], Orobor N1 [marca registrada] and Piretro [marca registrada]) on insects of T. peregrinus in 3rd instar and adult. These products were applied in the concentrations specified by the manufacturer in the test. Eucalyptus camaldulensis leaves were collected and immersed in the solutions of alternative pesticides. To compose the witness, the leaves were immersed in sterile distilled water. After drying, the leaves were cut into 2.4 cm circles subsequently arranged inside glass tubes. In each tube was allocated an adult insect of T. peregrinus. The experiment was conducted in climatic chambers BOD (26 ± 2 ° C, RH 60 ± 10%, photophase of 12 h) and mortality was evaluated every twelve hours until 144 hours. Then, the product that submit have greater potential insecticide in Confinement Test, shall be submitted to the Medial Lethal Concentration Test at concentrations of 0,5%, 1%, 1,5% and 2%. It was used the same method as previously used. All alternative pesticides reduced the longevity of T. peregrinus differing from the control (4.6 days). The Piretro [marca registrada] product caused a reduction in the longevity of T. peregrinus who survived on average 0.5 days, followed by product Base Nim [marca registrada] (1.7 days), Orobor [marca registrada] (1.8 days), Azamax [marca registrada] (2.1 days ) and Fortneem [marca registrada] (2.3 days). In Lethal Concentration Average Test performed with Piretro [marca registrada] all concentrations tested reduced longevity of T. peregrinus, differing from the control (48 hours), whereas the concentration of 1,5% reduced longevity to 0.2 days (4.8 hours). The alternative product Piretro [marca registrada] stood out in reducing the longevity of T. peregrinus requiring additional tests, but it shows the potential to be used for controlling this insect.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paranápt_BR
dc.rightsopenAccesspt_BR
dc.subjectInsetos nocivos - Controlept_BR
dc.subjectInseticidaspt_BR
dc.subjectEucaliptopt_BR
dc.subjectInsect pest - Controlpt_BR
dc.subjectInsecticidespt_BR
dc.subjectEucalyptuspt_BR
dc.titleEfeito de produtos fitossanitários alternativos sobre Thaumastocoris peregrinus (Carpintero & Dellapé) (Hemiptera: Thaumastocoridae)pt_BR
dc.title.alternativeEffect of phytossanitary alternative products on Thaumastocoris peregrinus (Carpintero & Dellapé) (Hemiptera: Thaumastocoridae)pt_BR
dc.typebachelorThesispt_BR
dc.description.resumoO eucalipto possui mais de 730 espécies e, somente no Brasil, ocupa mais de 6.664.812 hectares de área plantada. Devido a este fato e ao monocultivo intenso, o eucalipto possui um inseto-praga cada vez mais comum, o percevejo bronzeado do eucalipto Thaumastocoris peregrinus. Este inseto tem causado perda da área fotossintética das plantas, queda das folhas e até morte de árvores desta cultura. Em função disso estudam-se diversos métodos de controle, dentre estes, o controle alternativo com o emprego de produtos fitossanitários. Desta maneira, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito inseticida de produtos fitossanitários alternativos sobre T. peregrinus. Para isto, cinco produtos fitossanitários alternativos (Azamax [marca registrada], Base Nim [marca registrada], Fortneem [marca registrada], Orobor N1 [marca registrada] e Piretro [marca registrada]) foram avaliados quanto ao seu potencial inseticida sobre insetos de T. peregrinus em fase adulta. Esses produtos foram aplicados nas concentrações especificadas pelo fabricante no teste de confinamento. Folhas de Eucalyptus camaldulensis sadias foram coletadas e imersas nas soluções dos produtos fitossanitários alternativos. Para compor a testemunha, as folhas foram imersas em água destilada esterilizada. Após secas, as folhas foram cortadas em círculos de 2,4 cm, posteriormente dispostas no interior de tubos de vidro contendo hidrogel. Em cada tubo foi alocado um inseto adulto de T. peregrinus. O experimento foi mantido em câmara climatizada tipo B.O.D. (26 ± 2°C, U.R. 60 ± 10%, fotofase de 12 h) e a mortalidade foi avaliada a cada doze horas, durante 144 horas. Em seguida, o produto que apresentou maior potencial inseticida no teste anterior, foi submetido ao Teste de Concentração Letal Média, nas concentrações de 0,5%, 1,0%, 1,5% e 2,0% seguindo-se o mesmo método de avalição usado anteriormente. Todos os produtos fitossanitários alternativos reduziram a longevidade de T. peregrinus, diferindo da testemunha (4,6 dias). O produto Piretro [marca registrada] provocou redução na longevidade de T. peregrinus que sobreviveram em média 0,5 dias, seguido pelo produto Base Nim [marca registrada] (1,7 dias), Orobor [marca registrada] (1,8 dias), Azamax [marca registrada] (2,1 dias) e Fortneem [marca registrada] (2,3 dias). No Teste de Concentração Letal Média, realizado com Piretro [marca registrada], todas as concentrações testadas reduziram a longevidade de T. peregrinus, diferindo da testemunha (48 horas), sendo que a concentração de 1,5% reduziu a longevidade para 0,2 dias (4,8 horas). O produto alternativo Piretro [marca registrada] se destacou na redução da longevidade de T. peregrinus, apresentando potencial para ser utilizado no controle desse inseto.pt_BR
dc.degree.localDois Vizinhospt_BR
dc.publisher.localDois Vizinhospt_BR
dc.contributor.advisor1Potrich, Michele-
dc.contributor.referee1Potrich, Michele-
dc.contributor.referee2Silva, Everton Ricardi Lozano da-
dc.contributor.referee3Ribeiro, Raquel Rossi-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programEngenharia Florestalpt_BR
dc.publisher.initialsUTFPRpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTALpt_BR
Aparece nas coleções:DV - Engenharia Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COENF_2015_1_14.pdf346,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.