Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1434
Título: Obtenção e avaliação de amidos modificados e pré-gelatinizados para massa resfriada de pão de queijo
Autor(es): Viell, Franciele Leila Giopato
Orientador(es): Plata-Oviedo, Manuel Salvador Vicente
Palavras-chave: Amidos modificados
Pão de queijo
Modified starch
Cheese bread
Data do documento: 11-Abr-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: VIELL, Franciele Leila Giopato. Obtenção e avaliação de amidos modificados e pré-gelatinizados para massa resfriada de pão de queijo. 2013. 34 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2013.
Resumo: objetivo do trabalho foi empregar uma combinação de modificação química e física a fim de obter amidos resistentes à ação da α-amilase presente no ovo e avaliar sua aplicação em massas resfriadas de pão de queijo. Neste estudo, o amido nativo foi intercruzado com trimetafosfato de sódio (TMFS) na concentração de 0,5% (b.s.). O amido intercruzado foi oxidado com hipoclorito de sódio (2,0%), peróxido de hidrogênio (2,0%) e combinações de peroxido de hidrogênio com permanganato de potássio (0,1%), sulfato ferroso (0,05%) e ozônio (1,0g/h). Todas as oxidações ocorreram por um período de 2 horas a temperatura ambiente. Os amidos modificados foram pré-gelatinizados por 30 minutos a 95°C e secos por pulverização. Foram avaliados o índice de solubilidade e absorção de água (ISA e IAA), o teor de carboxilas e a suscetibilidade enzimática à α-amilase dos amidos modificados. Massas de pão de queijo foram preparadas com os amidos modificados, moldadas e armazenadas sobre refrigeração (8°C) por dezesseis dias. O índice de pegajosidade das massas e as características físicas dos pães de queijo foram avaliadas. Os amidos estudados apresentaram menor suscetibilidade à hidrólise enzimática. Durante o armazenamento refrigerado, as massas exibiram menor índice de pegajosidade, boa consistência e os pães de queijo exibiram boa aparência, entretanto apresentaram menor volume específico e índice de expansão. Os resultados obtidos no estudo mostram que as características dos amidos modificados, ao longo do período de estocagem, promoveram uma maior estabilidade ao produto.
Abstract: The objective of this work was to employ a combination of physical and chemical modification to obtain starches resistant to the action of α-amylase present in the egg and assess their application in refrigerated cheese dough bread. In this study native cassava starch was cross-linked with sodium trimetaphosphate (TMFS) at a concentration of 0.5% (db). The cross-linked starch was oxidised with sodium hypochlorite (2,0%), hydrogen peroxide (2,0%) and combinations of hydrogen peroxide with potassium permanganate (0,1%), ferrous sulfate (0,05%) and ozone (1,0 g/h). All oxidations occured for a period of 2 hours at room temperature. The modified starches were gelatinized for 30 minutes at 95°C and spray dried. The susceptibility to hydrolysis by α-amylase present in the egg was evaluated by the iodine method. The carboxyl content and the solubility index and water absorption (ISA and IAA) of pre gelatinized starches were also determined. Cheese dough bread was prepared with pre gelatinized modified starch and stored on cooling (8°C) for sixteen days. The index of tackiness of the dough and physical characteristics of the cheese breads were evaluated. The starches studied exhibited lower susceptibility to enzymatic hydrolysis. During cold storage, the pastas showed a lower rate of tackiness, good consistency and cheese breads exhibited good appearance, however they had lower specific volume and rate of expansion. The results of the study show that the characteristics of the modified starch during the storage period, promoted better product stability.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1434
Aparece nas coleções:CM - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COALM_2012_2_08.pdf
  Acesso Restrito
511,24 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons