Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1547
Título: Estudo do potencial de risco ergonômico para coluna cervical e membros superiores, na atividade de assentamento de tijolos
Autor(es): Rossafa, Luiz Antonio
Orientador(es): Hara, Massayuki Mário
Palavras-chave: Construção civil - Medidas de segurança
Ergonomia
Trabalhadores da construção
Building - Safety measures
Human engineering
Construction workers
Data do documento: 25-Abr-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: ROSSAFA, Luiz Antonio. Estudo do potencial de risco ergonômico para coluna cervical e membros superiores, na atividade de assentamento de tijolos. 2013. 67 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2013.
Resumo: Este estudo buscou avaliar o potencial de risco ergonômico para coluna cervical e membro superior em pedreiros na atividade de assentamento de tijolos e também propor procedimentos operacionais de racionalização na rotina da atividade, visando minimizar os riscos dos segmentos analisados. O estudo foi realizado em um canteiro de obras de pequenas moradias, onde a mão de obra era terceirizada e as tarefas estudadas foram filmadas e analisadas, após a realização de cronoanálise. O pedreiro foi escolhido, por ter bom perfil de produtividade e boas condições de saúde. Para análise de risco de lesões músculo esqueléticos utilizou-se os Métodos RULA e OCRA, por serem indicados pela norma ISO 11228-3 e a norma européia EM 1005-5. O estudo foi caracterizado como estudo de caso, descritivo do tipo análise do trabalho e transversal. Constatou-se que o potencial de risco para membros superiores, pelo Método Check List OCRA foi maior para membro superior direito, mas identificado como leve (cor vermelha leve). Para membro superior esquerdo o Check List OCRA indicou faixa de cor amarela (risco muito leve) e a diferença entre membro superior direito e membro superior esquerdo é explicada pela característica da tarefa, onde a colher de pedreiro permanece retida pela mão dominante (direita), durante todo o tempo de ciclo. A escolha do Método RULA objetivou avaliar a postura de coluna cervical e ao indicar escore 7 (sete), demonstrou potencial de risco elevado, exigindo intervenção urgente no posto de trabalho. Ao fazer o estudo do potencial de risco, utilizando um Método especifico para membros superiores (Check List OCRA) e RULA para avaliar membros superiores e também pescoço, tronco e pernas, foi possível concluir que para o caso estudado a prioridade de intervenção recaiu nas melhorias posturais de risco para coluna cervical. Pelas avaliações biomecânicas realizadas foi possível sugerir melhorias e adaptações dos postos de trabalho que realizam assentamento de tijolos.
Abstract: This study evaluated the potential ergonomic risk for cervical spine and upper limb activity of masons in bricklaying and also propose streamlining operational procedures in routine activity, aiming to minimize the risks of segments analyzed. The study was conducted at a construction site of small houses, where labor was outsourced and tasks studied were filmed and analyzed, after conducting cronoanálise. Mason was chosen for having good profile of productivity and good health. For risk analysis of musculoskeletal injuries was used RULA Methods and OCRA, being indicated by the ISO standard 11228-3 and European Standard EM 1005-5. The study was described as a case study, descriptive analysis of the type of work and cross. It was found that the potential risk for upper limbs by Method Checklist OCRA was greater for the right upper limb, but identified as light (red light). To the left upper limb Check List OCRA range indicated in yellow (very mild risk) and the difference between the right arm and the left arm is explained by the characteristics of the task, where the trowel remains retained by the dominant hand (right) during the entire cycle time. The choice of method RULA aimed to evaluate the posture of the cervical spine and the state score seven (7) demonstrated potential for high risk, requiring urgent intervention in the workplace. By making the study of potential risk, using a specific method for upper (Check List OCRA) and RULA to assess arms and also neck, trunk and legs, it was concluded that for the studied case the priority intervention fell on improvements postural risk for neck and torso. By biomechanical evaluations performed can suggest improvements and adjustments to the jobs they perform bricklaying.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1547
Aparece nas coleções:CT - Engenharia de Segurança do Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEEST_XXV_2013_24.pdf1,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.