Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/15709
Título: Efeito dos probióticos Lactobacillus casei e Lactobacillus rhamnosus e prebióticos inulina e oligofrutose na redução e bioacessibilidade de AFB1 em leite fluído
Título(s) alternativo(s): Effect of probiotics Lactobacillus casei and Lactobacillus rhamnosus and inuline and oligofrutose prebiotics in AFB1 reduction and bioacessibility in fluid milk
Autor(es): Moreira, Maria Clara Cândido
Orientador(es): Drunkler, Deisy Alessandra
Palavras-chave: Micotoxinas
Leite - Contaminação
Microbiologia dos laticínios
Mycotoxins
Milk contamination
Dairy microbiology
Data do documento: 17-Jun-2019
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: MOREIRA, Maria Clara Cândido. Efeito dos probióticos Lactobacillus casei e Lactobacillus rhamnosus e prebióticos inulina e oligofrutose na redução e bioacessibilidade de AFB1 em leite fluído. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Alimentos) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2019.
Resumo: O leite é uma importante fonte de nutrientes, sendo consumido pela maioria da população mundial. Porém, pode sofrer contaminações, sendo estas químicas, físicas e biológicas. Um dos mais preocupantes contaminantes químicos são as micotoxinas, com destaque a aflatoxina b1 (afb1) devido a sua toxicidade. Visando a preocupação com a saúde, são vários os estudos que foram realizados para promover a descontaminação parcial ou total do leite. Dentre eles, estão os métodos envolvendo o emprego de probióticos. O emprego de prebióticos para descontaminação ou redução da bioacessibilidade ainda é recente. Tendo isso em vista, o objetivo deste trabalho foi avaliar a ação dos probióticos lactobacillus casei e lactobacillus rhamnosus e dos prebióticos inulina e oligofrutose na redução e na bioacessibilidade de afb1 em leite uat artificialmente contaminado. Houve redução de afb1 em todos os tratamentos, sendo o melhor tratamento àquele adicionado dos dois probióticos, com uma redução de 88,47%. Entre os prebióticos, a inulina, quando adicionada sozinha, foi a que apresentou melhor resultado de redução da contaminação (84,69%). Em relação a bioacessibilidade, a utilização do probiótico l. casei resultou em uma bioacessibilidade de 11,53%, ao passo que a adição de oligofrutose teve uma bioacessibilidade de 34,43%. Com isso, pode-se perceber que a aplicação destes microrganismos aliados a prebióticos é eficaz na redução de afb1 em leite, podendo ser aplicada na indústria láctea.
Abstract: Milk is an important source of nutrients, being consumed by the majority of the world population. However, it can suffer with contaminations, being these chemical, physical and biological. One of the most worrying chemical contaminants is mycotoxins, with emphasis on aflatoxin B1 due to its toxicity. Aiming at health concerns, several studies have been carried out to promote partial or total decontamination of milk. Among them are methods involving the use of probiotics. The use of prebiotics for decontamination or reduction of bioaccessibility is still recent. The objective of this work was to evaluate the action of probiotics Lactobacillus casei and Lactobacillus rhamnosus and the prebiotics inulin and oligofructose in the reduction and bioaccessibility of AFB1 in artificially contaminated milk. When analyzing the results, it was observed that there was a reduction of AFB1 in all the treatments, being the best treatment to that added of the two probiotics, with a reduction of 88.47%. Among prebiotics, inulin, when added alone, was the one that presented the best result (84.69%). Regarding bioaccessibility, the use of the probiotic L. casei resulted in a bioaccessibility of 11.53%, while the addition of oligofructose 34.43%. with this, it can be noticed that the application of these microorganisms allied to prebiotics is effective in the reduction of AFB1 in milk, and can be applied in industries.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/15709
Aparece nas coleções:MD - Engenharia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
efeitoprobioicosprebioticosinulina.pdf767,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.