Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1630
Título: Uso do modelo QUAL-UFMG no estudo da qualidade da água e da capacidade de autodepuração do Rio Km 119 – Campo Mourão-PR
Autor(es): Perin, Lucas Tupiná
Orientador(es): Arantes, Eudes José
Palavras-chave: Recursos hídricos
Água - Qualidade
Water resources
Water quality
Data do documento: 2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: PERIN, Lucas Tupiná. Uso do Modelo QUAL-UFMG no estudo da qualidade da água e da capacidade de autodepuração do Rio KM 119 – Campo Mourão - Pr. 2013. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2013.
Resumo: O uso de modelos matemáticos que simulam as condições de qualidade da água torna-se uma ferramenta importante para quantificar a capacidade de autodepuração do rio, e seus usos futuros. O presente trabalho tem como objetivo avaliar a situação e a simulação de cenários futuros para o rio Km 119 localizado na cidade de Campo Mourão – PR, utilizando como ferramenta de apoio o modelo matemático de qualidade da água QUAL – UFMG. Os dados para calibração do modelo foram obtidos de três campanhas de amostragem de água. Os parâmetros simulados foram: oxigênio dissolvido (OD) e demanda bioquímica de oxigênio (DBO). As simulações de prognóstico foram feitas para cenarios com efluente bruto, efluente com eficiência de 70% e 90% no tratamento, sendo os efluentes de um laticínio e de uma estação de tratamento de esgoto. Na calibração verificou-se que a qualidade da água do rio Km 119 apresenta boas condições. Porém, se o efluente não tiver tratamento, poucos trechos do rio então em conformidade com a Resolução nº 430/11 do CONAMA para rios classe 2. Para o cenário com 90% no tratamento o rio Km 119 entra em conformidade com a resolução de 100% para OD e 97,3% para DBO no trecho estudado. Assim, para uma melhor gestão dos recursos hídricos da bacia é necessário que intensifique o controle sobre as fontes poluidoras e que se crie e se desenvolva uma rede de monitoramento nos rios próximo a cidade de Campo Mourão, deste modo melhorando a qualidade da água dos rios de toda a região.
Abstract: The use of mathematical models to simulate the conditions of water quality becomes an important tool to quantify the self-purification capacity of the river, and its future uses. This study aims to evaluate the situation and the simulation of future scenarios for the river Km 119 in the city of Campo Mourão – PR. The tool used to support the mathematical model water quality was QUAL - UFMG. Calibration data for the model were obtained from three samplings for water of river. The simulated parameters were: dissolved oxygen (DO) and biochemical oxygen demand (BOD). The simulations were made for prognostic effluent, the effluent with an efficiency of 70% and 90% in the treatment, and the effluent of a dairy and a wastewater treatment station. In the calibration it was found that the water quality in the river Km 119 presents good condition. However, if the effluent treatment has not so few stretches of the river in accordance with Resolution nº 430/11 of CONAMA rivers to Class 2. And with 90% efficiency comes in accordance with the resolution of 100% for DO and 97.3% for BOD in the river stretch under study. Thus, for better management of water resources of the watershed is necessary to intensify control over pollution sources and that create and develop a network of monitoring in rivers near the city of Campo Mourão, thereby improving water quality rivers throughout the region.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1630
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2012_2_13.pdf1,07 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.