Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/16438
Título: Paleobiologia da fauna marinha de bivalves permianos de Cambaí Grande - RS
Título(s) alternativo(s): Paleobiology of the marine fauna of Permian bivalves from Cambaí Grande - RS
Autor(es): Bueno, Letícia Mencatto
Orientador(es): Neves, Jacqueline Peixoto
Palavras-chave: Paleontologia - Permiano
Bivalve (Molusco)
Gondwana (Geologia)
Paleontology - Permian
Bivalvia
Gondwana (Geology)
Data do documento: 5-Dez-2019
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: BUENO, Letícia Mencatto. Paleobiologia da fauna marinha de bivalves permianos de Cambaí Grande - RS. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2019.
Resumo: A Paleontologia é o ramo da ciência que integra Biologia e Geologia e compreende a investigação de organismos fósseis como ferramentas de estudo que permitem a compreensão da evolução da vida na Terra. Como fósseis de invertebrados, há os representantes da classe Bivalvia do Cambriano da Era Paleozoica, permanecendo até os dias de hoje. Durante o Paleozoico Superior, este grupo habitava os mares epicontinentais do supercontinente Gondwana. Neste intervalo de tempo, a Bacia Sedimentar do Paraná foi um grande mar epicontinental que registrou a ocorrência de moluscos bivalves preservados nos depósitos da Formação Rio Bonito. Os bivalves fósseis deste estudo pertencem a esta unidade geológica e são provenientes da localidade de Cambaí Grande, no município de São Gabriel – RS. O objetivo deste trabalho é o estudo paleobiológico desta fauna por de análises tafonômicas, paleoecológicas e taxonômicas. Para o desenvolvimento do estudo foram utilizadas 55 amostras fósseis que pertencem às coleções científicas da UFRGS-Porto Alegre/RS, UNISINOS-São Leopoldo/RS e UNESP-Botucatu/SP e se encontram sob empréstimo no Laboratório de Geologia, Paleontologia e Pedologia da UTFPR-DV. A importância deste estudo está na ocorrência de uma relevante fauna marinha no contexto da pós-glaciação Eopermiana da Bacia do Paraná, que também foi registrado em unidades geológicas coevas do Gondwana. Constatou-se a ocorrência de 7 morfotipos na fauna, sendo eles: Heteropecten catharinae, Septimyalina sp., Stutchburia sp., Schizodus sp. e três deles não identificados. Foi observado o predomínio de valvas esquerdas no morfótipo 1, que corresponde à maioria da fauna; alta taxa de fragmentação e de valvas desarticuladas, representando um soterramento tardio em relação à morte dos bioclastos. A orientação predominante das conchas é concordante em relação ao plano de acamamento. No aspecto paleoecológico, verificou-se maior representatividade de H. catharinae, com 76,7% do total de indivíduos encontrados na fauna e, portanto, há predomínio de organismos de epifauna. Concluiu-se que a malacofauna de Cambaí Grande é diversificada com predomínio de H. catharinae e se depositou em ambiente de águas rasas com grande energia hidráulica. A fauna de Cambaí Grande compartilha os seguintes táxons com a fauna marinha de Taió, no Estado de Santa Catarina: Heteropecten catharinae, Schizodus sp., Septimyalina sp. e Stutchburia sp, evidenciando a afinidade taxonômica entre essas faunas.
Abstract: Paleontology is the branch of science that integrates biology and geology and comprises the investigation of fossil organisms serving as study tools that allow the understanding of the evolution of life on Earth. As invertebrate fossils, there are representatives of the Bivalvia or Pelecypoda class of the Paleozoic Cambrian, remaining to these days. During the Upper Paleozoic, this group inhabited the epicontinental seas of the supercontinent Gondwana. At this time, the Paraná Sedimentary Basin was a large epicontinental sea that recorded the occurrence of preserved bivalve mollusks in the deposits of the Rio Bonito Formation. Fossils of this study belong to this geological unit and come from the Cambaí Grande locality, in São Gabriel county – RS. This work aimed the paleobiological study of this fauna through taphonomic, paleoecological and taxonomic analyzes. For the development of the study 55 fossil samples that belong to the scientific collections of UFRGS - Porto Alegre/RS, UNISINOS - São Leopoldo/RS and UNESP-Botucatu/SP were used, and are under loan at the UTFPR-DV Laboratory of Geology, Paleontology and Pedology. The importance of this study is the occurrence of a relevant marine fauna in the context of the Eopermian postglaciation of the Paraná Basin, which was also recorded in coeval geological units of Gondwana. To develop the study 55 fossil samples were used, which were analyzed under the taphonomic, paleoecological and taxonomic aspects. Through research using internal and external shell molds, it was possible to find 7 different morphotypes in the fauna, namely: Heteropecten catharinae, Septimyalina sp., Stutchburia sp., Schizodus sp. and three of them unidentified. It was observed that the amount of left, right and unidentified valves varied among morphotypes; presence of high fragmentation; and predominance of disjoined valves in relation to articulated valves, representing a late burial in relation to the death of bioclasts. The predominant orientation of the shells is concordant in relation to the bedding plan. In the paleoecological aspect, H. catharinae was more representative, with 76,7% of the total individuals found in the fauna, and therefore, there is a predominance of epifauna organisms. It was concluded that the Cambaí Grande malacofauna is diversified with predominance of H. catharinae and deposited in shallow water environment with hydraulic energy resembling the marine fauna of Taió, Santa Catarina State: Heteropecten catharinae, Schizodus sp., Septimyalina sp. e Stutchburia sp, showing the taxonomic affinities between these faunas.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/16438
Aparece nas coleções:DV - Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COBIO_2019_2_14.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.