Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/16836
Título: Bioatividade de pós vegetais sobre Alphitobius diaperinus (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae)
Título(s) alternativo(s): Bioactivity of vegetable powder son Alphitobius diaperinus (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae)
Autor(es): Matos, Lisia de Lima
Orientador(es): Silva, Everton Ricardi Lozano da
Palavras-chave: Frango de corte
Plantas
Insetos nocivos - Controle
Broilers (Chickens)
Plants
Insect pest - Control
Data do documento: 13-Ago-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Referência: MATOS, Lisia de Lima. Bioatividade de pós vegetais sobre Alphitobius diaperinus (Panzer) (Coleoptera: Tenebrionidae). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Zootecnia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2014.
Resumo: O crescimento na produção de frangos de corte contribuir para a diminuição dos intervalos entre lotes, colaborando para o aumento dos insetos-praga. O inseto que mais se destaca na produção avícola é o Cascudinho de aviário, Alphitobius diaperinus Panzer (Coleoptera: Tenebrionidae). O controle de A. diaperinus, usualmente, é feito com produtos químicos sintéticos que podem contaminar o ambiente e deixar resíduos nas carcaças dos animais. Por isso, se faz necessária a busca por métodos de controle alternativos, como a utilização de pós vegetais, que não sejam tóxicos ao ambiente, aos animais e aos humanos. Nesse sentido, objetivo deste trabalho foi avaliar a bioatividade de pós vegetais sobre larvas e adultos de A.diaperinus em condições de laboratório. As plantas utilizadas para a obtenção dos pós vegetais foram arruda Ruta graveolens (L.) (Rutaceae), pitanga Eugenia uniflora (L.) (Myrtaceae), menta Mentha spicata (L.) (Lamiaceae) e laranjeira Citrus sinensis (L.) (Rutaceae), na concentração de 20%. Os pós (20g) foram adicionados e misturados a80 g de ração de frangos esterilizada. A mistura foi dividida em cinco partes e adicionada em placas de Petri (repetições), sendo alocadas 20 larvas ou 20 adultos de A. diaperinus em cada repetição. As placas foram acondicionadas em câmara climatizada à temperatura (27 ± 2 oC, 14 horas de fotofase). A avaliação fora realizada diariamente durante 10 dias, quantificando-se o número de indivíduos mortos. Verificou-se que o pó vegetal de Pitanga causou efeito inseticida sobre adultos e larvas de A. diaperinus que apresentou uma porcentagem de mortalidade acumulada de, respectivamente, 70% e 63,73%. O pó vegetal de Laranja provocou mortalidade apenas sobre os insetos adultos, 63,63%. A mortalidade causada pelos pós vegetais de R. graveolens e M. spicata não diferiu significativamente da testemunha,tanto para adultos quanto para larvas.Na avaliação entre os tempos, para larvas,os maiores percentuais de mortalidade foram observados quando empregado os pós vegetais de hortelã e arruda, no tempo de 168-192 horas, diferindo significativamente dos demais tempos. Já para adultos a mortalidade causada pelo pó de laranja e pitanga fora uniforme nos tempos de 72h a 240 horas. Os pós vegetais de Pitanga e Laranja tiveram uma atividade inseticida sobre A. diaperinus, necessitando de estudos futuros para a determinação das concentrações letais bem como a associação com outras formas de controle.
Abstract: The increases in the production of broilers contribute to reducing the intervals between batches, contributing to the increase of insect pests. The insect which excels in poultry production is the mealworm, Alphitobius diaperinus Panzer (Coleoptera: Tenebrionidae). The control of A. diaperinus usually is made of synthetic chemicals which can contaminate the environment and leave residues in carcasses of animals. Therefore, it is necessary to search for alternative control methods such as the use of vegetable powders, that aren’t toxic to the environment, animals and humans. In this sense, the objective of this study was to evaluate the bioactivity of plant powders on larvae and adults of A.diaperinus in laboratory conditions. The plants used for the production of vegetable powders were rue Ruta graveolens (L.) (Rutaceae), brazilian cherry Eugenia uniflora (L.) (Myrtaceae), mint Mentha spicata (L.) (Lamiaceae) and orange Citrus sinensis (L.) (Rutaceae), at a concentration of 20%. The powders (20g) were added and mixed to 80 g of chickens feed sterilized. The mixture was divided into five parts and added in Petri plates (replicates), being allocated 20 adults or 20 larvae A. diaperinus in each repetition. The plates were placed in a climatic temperature chamber (27 ± 2°C, 14 hour photoperiod). The evaluation was performed daily for 10 days, quantifying the number of dead individuals. It has been found that the vegetable powder brazilan cherry caused insecticidal effect on adults and larvae of A. diaperinus with a percentage cumulative mortality of, respectively, 70% and 63.73%. The vegetable powder of Orange occurred mortality only on insects adults, 63.63%. The mortality caused by vegetable powders R. graveolens and M. spicata did not differ significantly from the control, for both adults and larvae. The assessment between times, to larvae, the highest percentages of mortality was observed when the employe vegetable powders mint and rue in time of 168-192 hours, differing significantly from the other times. As for adult mortality caused by the dust Orange and cherry uniform out in time 72 hours to 240 hours. Vegetable powders Brazilian cherry and Orange had an insecticidal activity against A. diaperinus, requiring further studies to determine the lethal concentrations and the association with other forms of control
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/16836
Aparece nas coleções:DV - Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_COZOO_2014_1_18.pdf472,6 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.