Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1749
Título: Código de segurança contra incêndio e pânico – PR – 2011: as novas exigências para medidas de proteção ativa
Autor(es): Lucas, Juliana Fenner Ruas
Orientador(es): Konopatzki, Evandro André
Palavras-chave: Medidas de segurança
Prevenção de incêndios
Security measures
Fire prevention
Data do documento: 8-Dez-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: LUCAS, Juliana Fenner Ruas. Código de segurança contra incêndio e pânico – PR – 2011: as novas exigências para medidas de proteção ativa. 2012. 56 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2012.
Resumo: Os sistemas de prevenção e combate a incêndios em edificações são desenvolvidos para evitar estes tipos sinistros e em sua ocorrência proteger a vida. No Estado do Paraná, as medidas de segurança devem estar em conformidade com o novo Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (CSCIP), em vigência desde janeiro de 2012, substituindo o Código de Prevenção de Incêndios (CPI), de 2001. Devido à recente promulgação do CSCIP, identificou-se certa dificuldade dos profissionais em projetar conforme os novos requisitos e posterior aprovação seus projetos junto ao órgão de fiscalização. Com o intuito de desenvolver um material de referência para auxiliar os engenheiros na identificação das novas exigências do CSCIP, especificamente quanto às medidas de proteção ativa em edificações convencionais novas. Objetivou-se neste trabalho analisar comparativamente o CSCIP em relação ao CPI. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica, analisou-se as NPT 018 a 023 e 026 do CSCIP e comparou-se seus requisitos com o CPI e normas brasileiras relacionadas. Verificou-se que as NTP analisadas são mais abrangentes, detalhadas e de mais fácil compreensão técnica que o CPI. Contudo exigem sistemas de proteção ativos mais complexos, os quais supõem maior segurança e eficiência no combate a incêndio. Elas estão fortemente embasadas em normas da ABNT e do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, em concordância, portanto, com as melhores referências normativas nacionais.
Abstract: Building fire prevention and fighting systems are developed to avoid these kind disasters and in their occurrence protect life. In the state of Paraná, the security measures must agree with the new Fire Safety and Panic Code (CSCIP), which is valid since January 2012, replacing the Fire Prevention Code (CPI), of 2001. Due to the recent CSCIP promulgation, it was identified some difficulty of the professionals in designing in agreement to the new requirements and the further approval of their projects by the supervision agency. In order to develop a reference material to assist engineers with identifying the new CSCIP requirements, specifically the active protection measures of conventional new buildings. The aim of this work is to analyze comparatively the CSCIP in face to the CPI. To this end, a literature review was performed, the NPT 018 to 023 and 026 of the CSCIP were analyzed and their requirements were compared with the CPI and related Brazilian standards. It was verified that the NTP analyzed have a wider range, they are more detailed and have easier technical understanding than CPI. Although require more complex active protection systems, which intend being safer and more efficient in firefighting. They and are strongly grounded in ABNT and the São Paulo Military Police Fire Department standards, in agreement, therefore, with the best national normative references.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1749
Aparece nas coleções:MD - Engenharia de Segurança no Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_ENSEG_ IV_2011_18.pdf753,28 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.