Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1989
Título: Determinação da composição fenólica e atividade antioxidante de vinhos produzidos no sudoeste do Paraná
Autor(es): Karling, Mariéli
Orientador(es): Oldoni, Tatiane Luiza Cadorin
Palavras-chave: Vinho e vinificação
Antioxidantes
Fenóis
Wine and wine making
Antioxidants
Phenols
Data do documento: 19-Set-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: KARLING, Mariéli. Determinação da composição fenólica e atividade antioxidante de vinhos produzidos no sudoeste do Paraná. 2013. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2013.
Resumo: Pesquisas comprovam que o vinho, quando consumido em quantidade moderada, contribui para a saúde do organismo atuando principalmente contra as doenças cardiovasculares e prevenindo vários tipos de câncer. Apesar de serem encontrados na literatura estudos desenvolvidos com vinhos produzidos no Brasil, são escassos resultados com vinhos produzidos na região sudoeste do Paraná, a qual vem se destacando na produção de vinhos coloniais. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo determinar o teor de compostos fenólicos totais pelo método colorimétrico de Folin-Ciocalteau, atividade antioxidante utilizando três métodos distintos, sequestro do radical DPPH, captura do radical ABTS e redução do ferro (FRAP), bem como a identificação dos principais compostos fenólicos utilizando cromatografia liquida de alta eficiência (CLAE) de vinhos produzidos nas cidades de Mariópolis e Salgado Filho – Paraná, no ano de 2011. Os vinhos analisados foram produzidos a partir da uva Bordô e todos os ensaios foram realizados em triplicata.. Os resultados encontrados para os compostos fenólicos nos vinhos artesanais produzidos em Mariópolis e Salgado Filho (PR), pelo método colorimétrico e atividades antioxidantes não diferiram estatisticamente entre si. Os compostos fenólicos totais apresentaram um valor médio de 1,83 g EAG L-1. Os valores de atividade antioxidante para as amostras produzidas nas cidades de Mariópolis e Salgado Filho foram respectivamente de, de atividade antioxidante de: 7,5 mmol de Trolox L-1 e 5,96 mmol de Trolox L-1 para seqüestro do radical DDPH; 11,00 mmol de Trolox L-1 e 9,02 mmol de Trolox L-1para seqüestro de ABTS; 6,3 mmol e 5,57 mmol de Fe2+ L-1 para FRAP. . As amostras de vinho foram submetidas à cromatografia líquida de alta eficiência, CLAE, e foram identificados os mesmos compostos para ambas as amostras, sendo eles: ácido gálico, ácido vanilico, ácido cafeico, ácido cumárico, e ainda o trans-resveratrol Os resultados obtidos indicaram elevado teor de compostos fenólicos e atividade antioxidante, justificando assim o estudo de caracterização química e biológica dos derivados da uva, o que pode contribuir e agregar valor ao produto local.
Abstract: Research has shown that wine, when consumed in moderate amounts, contributes to the health of the body acting mainly against cardiovascular disease and preventing various types of cancer. Although they are found in the literature developed with wines produced in Brazil, there are few results with wines produced in the southwestern region of Paraná, which has been excelling in the production of wines colonial. In this context, this study aimed to determine the content of phenolic compounds by the colorimetric method of Folin-Ciocalteau, antioxidant activity using three different methods, sequestration DPPH, ABTS radical capture and reduction of iron (FRAP) as well as identification of the main phenolic compounds using high performance liquid chromatography (HPLC) of wines produced in the cities of Mariópolis and Salgado Filho - Paraná, in the year 2011. Analyzed wines were produced from grapes Bordô and all assays were performed in triplicate. The results for the phenolic compounds in wines produced in artisanal Mariópolis and Salgado Filho (PR), the colorimetric method and antioxidant activities did not differ statistically. The phenolic compounds showed an average value of 1.83 g EAG L-1. The antioxidant activity values for samples produced in the cities of Mariópolis and Salgado Filho were respectively, for antioxidant activity: 7.5 mmol of Trolox L-1 and 5.96 mmol L-1 for Trolox sequestration radical DDPH; 11.00 mmol L-1 Trolox and Trolox 9.02 mmoles of L-1 for sequestration ABTS, 6.3 mmol and 5.57 mmol Fe2+ L-1 to FRAP. The wine samples were subjected to high performance liquid chromatography, HPLC, and the same compounds have been identified for both samples, namely: gallic acid, vanillic acid, caffeic acid, coumaric acid, and further trans-resveratrol. The results indicate a high content of phenolic compounds and antioxidant activity, thus justifying the study of chemical and biological characterization of the grape, which can contribute and add value to local produce.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1989
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COQUI_2013_1_12.pdf814,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.