Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2197
Título: Avaliação química de óleo essencial e alelopática de extrato hidroalcoólico de Artemisia vulgaris L
Autor(es): Souza, Mariana Regina Passos de
Peretiatko, Claudia Dyana dos Santos
Orientador(es): Oldoni, Tatiane Luiza Cadorin
Palavras-chave: Essências e óleos essenciais
Fenóis
Agentes alelopáticos
Essences and essential oils
Phenols
Allelopathic agents
Data do documento: 30-Jan-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: SOUZA, Mariana Regina Passos de; PERETIATKO, Claudia Dyana dos Santos. Avaliação química de óleo essencial e alelopática de extrato hidroalcoólico de Artemisia vulgaris L. 2014. 67 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2014.
Resumo: As plantas sempre foram o principal meio a que a humanidade recorreu para o tratamento de doenças. Embora várias plantas tenham sido estudadas com relação à provável existência de constituintes bioativos, ainda existe uma infinidade de plantas que podem servir como base para estudos. A planta Artemisia vulgaris L., originária da Ásia, é uma espécie daninha infestante que pode causar grandes problemas para a agricultura. Contudo, é utilizada como medicamento natural devido à sua rica composição de compostos bioativos. Dentro deste contexto, o principal objetivo deste estudo foi determinar a condição ideal para extração de óleo essencial por hidrodestilação e produção de extrato hidroalcoólico de folhas, caule e flor de A. vulgaris. além de determinar potencial alelopático desta espécie. O material vegetal foi coletado na cidade de São Jorge D’Oeste, na região Sudoeste do Paraná. O material seco foi utilizado nos ensaios de otimização, utilizando como variáveis dependentes o teor de compostos fenólicos totais e a atividade antioxidante pelo método de sequestro dos radicais DPPH e ABTS. O estudo de otimização apontou que para o óleo essencial o fator tempo de secagem é significativo e a melhor condição foi obtida com um tempo de secagem de 120 horas e um período de extração de 2 horas. Já para a produção do extrato hidroalcoólico, a variável quantidade de massa de Artemisia vulgaris foi a mais influente e a melhor condição foi obtida com uma temperatura de extração de 70°C, utilizando 1g de amostra e sistema extrator água: etanol 50:50 Após a otimização, novo extrato hidroalcoólico e óleo essencial na melhor condição foram produzidos e avaliados quanto ao teor de compostos fenólicos e atividade antioxidante, sendo observado elevada quantidade dos compostos de interesse. A partir destes, foi determinado atividade alelopática demonstrou que extrato hidroalcoólico promoveu a inibição total das sementes de picão-preto (Bidens pilosa L.), alface (Lactuca sativa L.) e tomateiro (Solanum lycopersicum L.) em concentrações de 3-5%.
Abstract: The Plants have always been the primary means to mankind appealed to the treatment of diseases. While several plants have been studied with respect to the probable existence of bioactive constituents, there is still a plethora of plants that can serve as a basis for studies. The plant Artemisia vulgaris L., native to Asia, is a weed weed species that can cause major problems for agriculture. However, it is used as a natural medicine due to its rich composition of bioactive compounds. Within this context, the aim of this study was to determine the optimal extraction of essential oil by hydrodistillation and production of alcoholic extract of leaves, stem and flower condition A. vulgaris and determine allelopathic potential of this species. The plant material was collected in São Jorge D'Oeste, in the west of Paraná. The dried material was used for testing optimization, using as dependent variables the content of total phenolic compounds and antioxidant activity by the DPPH method kidnapping and ABTS radicals. The optimization study showed that the essential oil drying time factor is significant and the best condition was obtained with a drying time of 120 hours and a period of 2 hours extraction. As for the production of the aqueous extract, the variable mass amount of Artemisia vulgaris is the most influential and the best condition was obtained with an extraction temperature of 70°C using 1 g of sample and extractant system water: ethanol 50:50 After optimization, new hydroalcoholic extract and essential oil in best condition were produced and evaluated for phenolic compounds and antioxidant content, high amount of the compounds of interest observable. From these, it was determined allelopathic activity showed that hydroalcoholic extract promoted the total inhibition of seed beggartick (Bidens pilosa L.), lettuce (Lactuca sativa L.) and tomato (Solanum lycopersicum L.) at concentrations of 3-5 %.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2197
Aparece nas coleções:PB - Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COQUI_2013_2_05.pdf2,13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.