Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/220
Título: Biocontrole de Fusarium verticillioides em milho
Autor(es): Gasperini, Alessandra Marcon
Orientador(es): Hashimoto, Elisabete Hiromi
Palavras-chave: Leveduras
Milho - doenças e pragas
Micotoxinas
Fusarium sp.
Yeast
Corn - diseases and pests
Mycotoxins
Fusarium sp.
Data do documento: 25-Nov-2011
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Francisco Beltrao
Referência: GASPERINI, Alessandra. Biocontrole de Fusarium verticillioides em milho. 2011. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão, 2011.
Resumo: O Brasil apresenta grande destaque na produção de grãos, sendo o milho amplamente cultivado e de grande importância nutricional e econômica. No entanto essa cultura é frequentemente afetada por fungos na pré-colheita ou no armazenamento. Entre esses fungos destaca-se Fusarium verticillioides, que além da deterioração ocasionando perda nutricional, pode provocar a contaminação pela produção de micotoxinas no milho e nos subprodutos. O controle deste fungo é de extrema importância, uma vez que os métodos químicos ou físicos geram custos elevados podendo afetar o ambiente e os alimento devido a contaminação por resíduos. Desta forma, sugere-se o biocontrole como uma alternativa economicamente viável e menos agressiva ao meio ambiente e ao consumidor. O presente trabalho teve como objetivo a seleção de leveduras antagonistas a F. verticillioides micotoxigênico. Foram realizadas a análise das vias de antibiose com o emprego de leveduras isoladas da microbiota natural do milho e a capacidade destas de expressar caráter killer. Um total de 34 leveduras foram isoladas e testadas, sendo que 5 isolados apresentaram antagonismo estável por mais de 30 dias frente a cepa F. verticillioides 103F micotoxigênico. As cinco leveduras foram identificadas com kit comercial RapID™ YEAST Plus (Remel) como Saccharomyces cerevisiae, isolados AM2(-1) e AM3(-4), Hansenula wingei isolado AM2(-2) e Pro wickerhamii o isolado AM5(-1). O isolado AM12 não foi identificado com o kit. As leveduras AM5(-1) e AM12(-6) foram positivas quanto ao caráter killer (k+) para 4 das 5 leveduras testes sensíveis, em 72h. A levedura AM2(-2) foi k+ para três cepas testes sensíveis em 120h. O caráter killer foi expresso pelas leveduras positivas em 25 e 37°C. Essas leveduras killer positivas apresentam boas perspectivas para aplicação no biocontrole de F. verticillioides produtor de fumonisinas.
Abstract: Brazil shows great prominence in the production of grain, maize and widely grown of great economic and nutritional importance. However these cultures are often affected by fungi in the pre-harvest or storage. Among these fungi, Fusarium verticillioides, stands out by deterioration with nutritional loss, and contamination by mycotoxin production in maize and its products. The control of this fungus is extremely important, since the chemical or physical methods with high costs may affect the environment and food due to contamination by waste. Thus, it is suggested as a biocontrol economically viable and less harmful to the environment and the consumer. This work aimed to select antagonists yeasts against to mycotoxigenic F. verticillioides. The analysis of the process of antibiosis with yeasts isolated from the natural microbiota of maize and the ability to express character killer were performed. A total of 34 isolates were obtained and tested, among these 5 isolates showed stable antagonism for more than 30 days againts mycotoxigenic strain F. verticillioides 103F. The five yeasts were identified with commercial kit Rapid Yeast Plus ™ (Remel) as Saccharomyces cerevisiae, isolated AM2 (-1) and AM3 (-4), Hansenula wingei AM2 isolated (-2) and Pro wickerhamii isolate AM5 (-1). The isolate AM12 was not identified with the kit. Yeasts AM5 (-1) and AM12 (-6) were character killer positive (k+) for four of the five yeast sensitive tests in 72 hours. Yeast AM2 (-2) was k+ for three sensitive strains in 120h. The positive character killer was expressed by yeasts at 25 and 37 ° C. These positive killer yeasts have good prospects for application in the biocontrol of fumonisin producer F. verticillioides.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/220
Aparece nas coleções:FB - Tecnologia em Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FB_COALM_2011_2_01.pdf1,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.