Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2292
Título: Contabilidade gerencial: análise bibliométrica e sistêmica da literatura científica
Autor(es): Blonkoski, Paula Renata
Orientador(es): Bortoluzzi, Sandro César
Palavras-chave: Contabilidade gerencial
Bibliometria
Managerial accounting
Bibliometrics
Data do documento: 30-Jan-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Referência: BLONKOSKI, Paula Renata. Contabilidade gerencial: análise bibliométrica e sistêmica da literatura científica. 2013. 108 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2013.
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo levantar a situação atual de desenvolvimento da contabilidade gerencial sob o viés da comunidade científica. O trabalho caracterizouse como exploratório-descritivo com abordagem qualitativa e quantitativa. O instrumento de pesquisa utilizado foi o ProKnow-C (Knowledge Development Process-Constructivist), análise bibliométrica e a análise sistêmica. A análise bibliométrica evidenciou, dentro do portfólio bibliográfico (formado com 59 artigos), que: (i) os autores mais prolíficos foram Kari Lukka, Jonas Gerdin e Roger L. Burrit, que juntos produziram 27,11% de todo o portfólio bibliográfico; (ii) o país de origem dos autores mais encontrados foram o Reino Unido e Austrália, que juntos somaram 38% de todo o portfólio bibliográfico; (iii) a análise temporal obteve um resultado de que a produção superior de artigos foram nos anos de 2007, 2009 e 2011, totalizando 55,93% do portfólio bibliográfico; (iv) o artigo mais citado é o “Management Accounting as Practice” de Thomas Ahrens e Cristopher Chapman elaborado em 2007, correspondendo à 10%; (v) 45 artigos do portfólio bibliográfico utilizaram palavras-chave, “management accounting” correspondeu à 9,22% portfólio bibliográfico; (vi) o periódico de maior destaque é o “Management Accounting Research” que sozinho representa 32% do portfólio bibliográfico, com 19 publicações. Quanto à análise sistêmica foi possível evidenciar que grande parte dos artigos não emprega de maneira explícita o enquadramento metodológico. Contudo, foi possível identificar na Etapa 1 (análise do enquadramento metodológico dos 59 artigos): (i) 42,37% explicitaram a natureza do objetivo; (ii) 23,72% dos artigos explicitaram a natureza do trabalho – teórico; (iii) 59,32% dos artigos definiram sua pesquisa como natureza de trabalho – prático; (iv) 64,41% dos artigos explicitaram a coleta de dados utilizados na pesquisa; (v) 40,68% dos artigos explicitaram a abordagem do problema; (vi) 59,32% dos artigos explicitaram qual instrumento de pesquisa foi utilizado. E, na Etapa 2 buscou-se levantar o estado da arte da contabilidade gerencial, através da análise dos artigos do portfólio bibliográfico através das 17 tabelas elaboradas pelas afinidades da teoria/ conceito base de estudo. Obtendo os seguintes resultados: (i) 15,25% dos artigos utilizaram o Planejamento Estratégico, ferramenta do terceiro estágio da contabilidade gerencial; (ii) Sistemas de Contabilidade Gerencial e Teoria da Prática, atingiram 10,16% cada; (iii) Ferramentas da Contabilidade Gerencial e Teoria Institucional 8,47% cada; (iv) Contabilidade de Gestão Ambiental 6,78%, (v) Teoria da Estrutura-Agência, Teoria Ator-Rede, Teoria da Contingência e Pesquisa Interpretativa, com 5,08% cada, como base para o estudo; (vi) Teoria da Estruturação, Perspectiva Social, Validade 6 Preditiva, Pesquisa de Métodos Mistos-Triangulação e Pesquisas Qualitativas, com 3,39% cada; (vii) Teoria Intervencionista e Frugalidade Corporativa correspondem à 1,69% cada.
Abstract: This research aims to explore the current state of development of Management Accounting under the bias of the scientific community. The work was characterized as exploratory and descriptive, through a qualitative and quantitative approach. The survey instrument used was ProKnow-C (Knowledge Process Development- Constructivist), analysis bibliometric and systems analysis. A bibliometric analysis showed, within the bibliographical portfolio (consisting of 59 articles) that: (i) the most prolific authors were Kari Lukka, Jonas Gerdin and Roger L.Burritt; which together produced 27,11% of the entire bibliographic portfolio; (ii) the country of origin of the authors researched were mostly the United Kingdom and Australia, which together totaled 38 % of the entire bibliographic portfolio; (iii) the temporal analysis obtained a result that the higher production of articles was in the years 2007, 2009 and 2011, totaling 55,93% of the bibliographic portfolio; (iv) the most cited article was “Management Accounting as Practice,” written by Ahrens e Chapman in 2007, corresponding to 10% of the bibliographic portfolio; (v) 45 articles of the bibliographic portfolio used keywords, and "management accounting” corresponding to 9,22% of the bibliographic portfolio; (vi) the most prominent journal used was the "Management Accounting Research" which alone represents 32% of the bibliographical portfolio, with 19 publications. Regarding systemic analysis we found that most articles do not explicitly employs the methodology. However, it was possible to identify in Step 1 (analysis of the methodological framework of Articles 59): (i) 42,37% explained the nature of the objective; (ii) 23,72% of the articles explained the nature of the work - theoretical (iii) 59,32% of the articles defined their research as nature of work – practical; (iv) 64,41% of the articles explained the data collection used in the study; (v) 40,68% of the articles explained the approach to the problem; (vi) 59,32% of the articles which made explicit survey instrument was used. And, in Step 2 we sought to lift the state of the art of management accounting, by analyzing the items bibliographic portfolio across 17 tables compiled by the affinities of the theory/ concept based study. Obtaining the following results: (i) 15,25% of the articles used the Strategic Planning tool of the third stage of management accounting; (ii) Managerial Accounting Systems and Theory as Practice reached 10,16% each; (iii) Tools Managerial Accounting and Institutional Theory 8,47 % each;(iv) Environmental Management Accounting 6,78%; (v) Structure - Agency Theory, Actor-Network Theory, Contingency Theory and Interpretive Research, with 5,08 % each as a basis for the study, (vi) Theory of Structure, Social Perspective, Predictive Validity , Research Mixed - Methods Triangulation and Qualitative Research, with 8 3,39% each; (vii) Interventional Theory and Corporate Frugality corresponded to 1,69 % each.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2292
Aparece nas coleções:PB - Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_COCTB_2013_2_20.pdf8,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.