Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2425
Título: Atividades corporais e qualidade de vida: o desafio da educação física atual nas escolas
Autor(es): Alves, Fabíola Regina de Araújo
Orientador(es): Santos, Ricardo dos
Palavras-chave: Saúde
Exercícios físicos
Educação física
Adolescência
Nutrição
Health
Exercise
Physical education and training
Adolescence
Nutrition
Data do documento: 24-Nov-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Medianeira
Referência: ALVES, Fabíola Regina de Araújo. Atividades corporais e qualidade de vida: o desafio da educação física atual nas escolas. 2012. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2012.
Resumo: Este trabalho teve como tema o estudo das atividades corporais e qualidade de vida enquanto desafio da educação física atual nas escolas, tendo em vista que os conceitos da disciplina passaram por muitas transformações e a sociedade contemporânea imprime valores e necessidades questionáveis. Atualmente, o culto ao corpo se sobrepõe às necessidades de se praticar exercícios somente para combater o sedentarismo, no entanto, muitos adolescentes ainda passam muito tempo sem realizar atividades físicas dando à escola a incumbência de incentivar e formar jovens que compreendam o sentido das atividades físicas e da alimentação equilibrada, principalmente na fase de desenvolvimento. Assim, o objetivo deste estudo foi apresentar as atividades da Educação Física como elemento relevante para a qualidade de vida do educando, atendendo aos padrões de saúde, cultura corporal e socialização, para tanto analisa conceitos, motiva as atividades de lazer e socialização, incentiva a prática de atividade física, valorizando a cultura, os hábitos higiênicos e costumes sadios. O método de pesquisa foi quali-quantitativo e além da pesquisa teórica realizou um questionário com alunos do 1º ano do Ensino Médio do Centro Estadual de Educação Profissional Manoel Moreira Pena de Foz do Iguaçu. Enfim, o estudo mostrou que os adolescentes possuem bastante clareza sobre a validade de se realizar exercícios para se alcançar a saúde, isto demonstra que a educação física cumpre seu papel esclarecedor na escola.
Abstract: This work had as its theme the study of bodily activities and quality of life while challenging the current physical education in schools, given that the concepts of discipline gone through many transformations and prints contemporary society needs and values questionable. Currently, the cult of the body overlaps the needs of practicing exercises only to combat sedentary lifestyle, however, many teens still spend a lot of time without performing physical activities at school giving the mandate to encourage and train young to understand the meaning of physical activities and balanced diet, especially during development. The objective of this study is to present the activities of Physical Education as a relevant factor in the quality of life of the student, meeting the standards of health, physical culture and socialization for both analyzes concepts, motivates leisure activities and socialization, encourages physical activity, enhancing the culture, customs and healthy hygiene habits. The research method is qualiquantitativo and beyond the theoretical research conducted a survey with students from 1st year of high school State Center for Professional Education Manoel Moreira Pena of Foz do Iguaçu. Finally, the study showed that teenagers have enough clarity about the validity of performing exercises to achieve health, this demonstrates that physical education plays its role in enlightening school.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2425
Aparece nas coleções:MD - Educação: Métodos e Técnicas de Ensino

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MD_EDUMTE_VI_2012_07.pdf700,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.