Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/249
Título: Análise de eficiência da remediação por sistema extração multifásica em postos de combustíveis
Autor(es): Gregorczyk, Giuliano
Piccioni, Willian Julio
Orientador(es): Barbosa, Valma Martins
Palavras-chave: Resíduos industriais
Solos - Poluição
Factory and trade waste
Soil pollution
Data do documento: 2-Dez-2012
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: GREGORCZYK, Giuliano; PICCIONI, Willian Julio. Análise de eficiência da remediação por sistema extração multifásica em postos de combustíveis. 2011. 146 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2011.
Resumo: Os postos revendedores de combustíveis são as principais fontes urbanas de contaminação de solo e águas subterrâneas pelas substâncias aromáticas benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos, conhecidos como compostos BTEX. Tal contaminação ocorre devido a vazamentos no sistema de armazenamento de combustíveis como também da má operação do empreendimento. Para descontaminação de uma área são utilizadas técnicas de remediação, dentre as quais o Sistema Extração Multifásica, conhecida como MPE (multi-phase extraction), tem sido apontada como alternativa eficiente, segura e pouco onerosa para remoção de compostos tóxicos e enquadra-se como uma das mais utilizadas em postos revendedores combustíveis. Neste trabalho foi avaliada a eficiência da técnica de remediação MPE em três postos revendedores de combustíveis, cada um pertencente a um estado do sul do território brasileiro. A eficiência da técnica nos três casos foi comparada levando-se em consideração as características do meio físico local, da contaminação como também a legislação vigente em cada estado. O sistema MPE mostrou-se eficiente na descontaminação das três áreas estudadas, pois foi capaz de remover se não toda, boa parte da contaminação. Notou-se que alguns fatores exerceram grande influência para o sucesso da remediação como a magnitude da contaminação e a boa operação do empreendimento. Como era de se esperar quanto maior a contaminação maior o tempo despendido na remediação. A realização de estudo de análise de risco e a determinação de níveis alvos a serem atingidos (SSTL’s) causaram grande impacto na duração da remediação dos casos onde a contaminação preponderante era de hidrocarbonetos em fase dissolvida. Nos três casos estudados a legislação não teve influência direta na remediação, uma vez que as metas a serem atingidas foram definidas pelos estudos de análise de risco realizados nos estabelecimentos e não pelos valores orientadores impostos pela legislação específica de cada estado. Também percebeu-se que a pluma de contaminação não apenas diminuiu como também não se movimentou em nenhuma direção, nem mesmo na direção do fluxo das águas subterrâneas, implicando que o vácuo aplicado pelo sistema de remediação foi suficiente para direcionar o fluxo da água subterrânea para os poços de extração. Desta forma, o gradiente hidráulico e a velocidade do fluxo das águas subterrâneas não tiveram impacto na eficiência da remediação em nenhum dos três casos.
Abstract: Gas stations are the primary source of soil and underground water contamination with BTEX compounds, such as Benzene, Toluene, Ethyl-Benzene and Xylene. This kind of contamination is due leaks in the storage system and also from bad operational workflow. To solve the problem, the areas are decontaminated with remediation techniques. MPE (Multi-phase Extraction) has been pointed as most effective, safe and low cost operation for toxic compounds removal, therefore is the most used process in this kind of situations. In this study we evaluated the effectiveness of MPE remediation in three fuel vendors, one in each south federative territory of Brazil. The evaluation was based in comparison between the physical features of the place where it was built, the contamination level and the local law. It was found that the MPE is an excellent technique because it could decontaminate if not totally, a great percentage of the toxic compounds found in the ground. It has been observed that some factors were critical for the success of the remediation, like the extension of the contamination and the good application of the technique and like it was expected, the largest area of contaminated soil demanded a larger time of process. The determination of risk analyses and of the targeted levels of contamination caused great impact in the timeline of the decontamination of dissolved hydrocarbon compounds. In all of the three cases in study, the legislation had no influence in the process, once that the goal levels of contamination were not defined by local law, but by each establishment. It was observed as well that the contamination plume has shrunken and did not exhibit any sign of movement, not even in direction of underground water flow. That implies that the vacuum used in the process was effective in pushing the water flow to extraction wells, proving that hydraulic gradient and flow speed of underground water had no influence in the remediation in any of the three observed processes.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/249
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COPAM_2011_2_11.PDF7,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.