Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/252
Título: Caracterização e aplicação de carvão ativado produzido a partir de biomassa amilácea
Autor(es): Moletta, Nathalia Rodrigues
Orientador(es): Assis, Lívia Mari
Palavras-chave: Tratamento de efluentes
Resíduos industriais
Wastewater treatment
Factory and trade waste
Data do documento: 1-Dez-2011
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: MOLETTA, Nathalia Rodrigues. Caracterização e aplicação de carvão ativado produzido a partir de biomassa amilácea. 2011. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2011.
Resumo: A utilização de resíduos agrícolas para a produção de adsorventes carbonáceos pode ser apresentada como uma solução para dois problemas, a saber: o alto custo com o tratamento de efluentes industriais e o grande desperdício de alimentos. Este estudo foi feito a fim se estudar se estes adsorventes são realmente eficientes na remoção de contaminantes. Os adsorventes foram produzidos a partir de batata e mandioca, em forno mufla e de microondas e ativados quimicamente com ácido fosfórico. A caracterização mostrou que os rendimentos dos adsorventes são semelhantes, o pH é baixo, para os que tiveram como precursor a mandioca e a umidade e, conseqüentemente, o tempo de secagem são menores que os valores apresentados pelo carvão comercial. Além disso, os valores de azul de metileno variaram entre 17,6±2,50 mg/ cg e 78,9±6,85 mg/ cg, e os valores de número de iodo entre 223,1±15,37 e 508,1±14,14 mg/g. A análise de microscopia eletrônica de varredura indicou uma maior estrutura porosa nos carvões produzidos em mufla. A aplicação obteve resultados favoráveis à remoção de fenol e piridina, sendo as porcentagens máximas de remoção destes compostos de 92,6% e 75,69%, respectivamente. O modelo de isoterma de Freundlich se adequou melhor aos CAs testados na isoterma do fenol, e também para aqueles testados na isoterma da piridina. Os resultados indicam que é possível a utilização de adsorventes carbonáceos produzidos a partir de biomassa amilácea no tratamento de efluentes industriais contendo fenol e piridina.
Abstract: The use of agricultural residues for the production of carbonaceous adsorbents can be presented as a solution to two problems, namely the high cost of treatment of industrial effluents and the great waste of food. This study was done in order to study whether these adsorbents are really efficient at removing contaminants. The adsorbents were produced from potato and cassava in a muffle furnace and microwave and chemically activated with phosphoric acid. The characterization showed that yields of adsorbents are similar, the pH is low, for those who had cassava as a precursor and moisture and, consequently, the drying time are smaller than the values presented by the coal trade. Moreover, the values of methylene blue varied between 17.6 ± 2.50 mg / cg and 78.9 ± 6.85 mg/cg, and the values of iodine number of 223.1 ± 15.37 and 508 , a 14.14 ± mg/ g. The analysis of scanning electron microscopy indicated a higher pore structure in coals produced in a muffle furnace. The application has obtained favorable results for removal of phenol and pyridine, and the maximum percentage removal of these compounds of 92.6% and 75.69% respectively. The Freundlich isotherm model is best suited to the CAs tested in the isotherm of phenol, and also to those tested in the isotherm of pyridine. The results indicate that it is possible the use of carbonaceous adsorbents made from starchy biomass in the treatment of industrial wastewater containing phenol and pyridine.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/252
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COPAM_2011_2_14.pdf1,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.