Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/276
Título: Avaliação da eficiência de um sistema biológico para tratamento de emissões atmosféricas
Autor(es): Mikami, Willian Ryuichi
Orientador(es): Prado, Marcelo Real
Palavras-chave: Ar - Controle de qualidade
Ar - Poluição
Poluição
Aquecimento global
Ar quality management
Air - Pollution
Pollution
Global warming
Data do documento: 30-Nov-2011
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: MIKAMI, Willian Ryuichi. Avaliação da eficiência de um sistema biológico para tratamento de emissões atmosféricas. 2011. 60 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2011.
Resumo: A poluição atmosférica tem se tornado um dos maiores problemas ambientais após a revolução industrial. Com esta, além dos problemas do aquecimento global e de problemas respiratórios ainda encontram-se os relacionados ao odor produzidos por compostos voláteis. Para tentar sanar o odor e diminuir o aquecimento global provindo das emissões, este trabalho reproduz em escala laboratorial um reator biológico baseado em microalgas e bactérias. As primeiras trabalham absorvendo o CO2 para ser utilizado em seus processos metabólicos pelo processo de fotossíntese, liberando, assim, oxigênio para o meio ambiente. As segundas utilizam os compostos orgânicos voláteis como fonte de energia, diminuindo, assim, o odor da emissão. O trabalho foi realizado em uma churrascaria central de Curitiba – PR que sofre diariamente com os problemas sociais causados pela chaminé e tem como objetivo avaliar a eficiência e obter parâmetros para a construção de um projeto piloto. Para quantificação das microalgas foram realizados diariamente medições de clorofila com o intuito de calcular a biomassa presente e relacioná-la com a absorção de CO2. Como reatores de bancada utilizaram-se quatro erlenmeyers de 500 mL cada, um para o branco do teste (só ar atmosférico sendo injetado) e, os outros três, com injeção de fumaça coletada durante os horários de funcionamento da churrascaria. O teor de clorofila foi analisado através de testes de absorbância em espectrofotômetro e os dados plotados em gráficos. Para a quantificação das bactérias presentes foram realizadas contagens pelo laboratório de microbiologia do Instituto de Tecnologia do Paraná. Essas análises foram feitas nos primeiros e últimos dias de cada batelada para posterior comparação da quantidade de bactérias inicial e final. Para o teste de odor, foi utilizada a percepção sensorial de cinco diferentes técnicos diariamente. As microalgas, comparando-se o crescimento no branco e nos cultivos, cresceram cerca de 10% a mais no segundo em relação ao primeiro. As bactérias mantiveram-se estáveis variando de 104 a 105 UFC/mL. Os resultados obtidos alcançaram números satisfatórios em relação a depuração do odor, 72% dos cultivos não apresentaram o característico cheiro da fumaça. Com esses dados foi possível obter os parâmetros para o projeto piloto. O trabalho apresentou-se viável tanto tecnicamente quanto ambientalmente, porém ainda são necessárias pesquisas visando uma melhora econômica para construção deste projeto pensando em uma escala industrial.
Abstract: Air pollution has become one of the biggest environmental problems after the industrial revolution. With this, beyond the problems of global warming and respiratory problems are also related to the odor produced by volatile compounds. To try to remedy the odor and reduce global warming emissions coming from this work reproduced in a laboratory scale biological reactor based on microalgae and bacteria. The first work by absorbing CO2 for use in their metabolic processes by the process of photosynthesis, thus freeing oxygen to the environment. The second use volatile organic compounds as an energy source, thus reducing odor emissions. The work was carried out at a steakhouse downtown Curitiba - PR suffering daily with the social problems caused by the chimney and aims to evaluate the efficiency and gain parameters for the construction of a pilot project. For quantification of microalgae were performed daily measurements of chlorophyll in order to calculate the biomass present and relate it to the absorption of CO2. As a batch reactor was used four flasks of 500 mL each, one for white test (only atmospheric air being injected), and the other three, with injection of smoke collected during the hours of operation from the grill. The chlorophyll content was analyzed by testing absorbance in a spectrophotometer and the data plotted in the graph. To quantify the bacteria counts were performed by the microbiology laboratory of the Institute of Technology of Paraná. Analyses were made in the first and last day of each batch for later comparison of the amount of bacteria start and end. To test the odor, sensory perception was used five different technicians daily. Microalgae, comparing the growth in the white crops and grew about 10% more in the second over the first. The bacteria remained stable ranging from 104 to 105 CFU / mL. The numbers achieved satisfactory results in relation to clearance of smell, 72% of the crops did not show the characteristic smell of smoke. With these data it was possible to obtain the parameters for the pilot project. The work presented is both technically and environmentally feasible, but further studies are necessary to build a better economic thinking of this project on an industrial scale.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/276
Aparece nas coleções:CT - Tecnologia em Processos Ambientais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_COPAM_2011_2_20.pdf4,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.