Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3254
Título: Papel da gestão pública na logística de transportes internacional e sua influência na competitividade da indústria brasileira: uma análise da indústria calçadista em contraponto com uma pequena empresa da indústria de máquinas e equipamentos
Autor(es): Souza, Viviane Gariba de
Orientador(es): Magalhães, Ana Cristina Macedo
Palavras-chave: Logística
Transportes
Máquinas - Indústria
Logistics
Transportation
Machinery industry
Data do documento: 10-Set-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SOUZA, Viviane Gariba de. Papel da gestão pública na logística de transportes internacional e sua influência na competitividade da indústria brasileira: uma análise da indústria calçadista em contraponto com uma pequena empresa da indústria de máquinas e equipamentos. 2013. 107 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2013.
Resumo: Diante de um mercado cada vez mais concorrido e acirrado, se manter competitivo no mercado já não é vantagem para muitos. A globalização permitiu mudanças drásticas nas atividades comerciais, uma vez que clientes e fornecedores podem se localizar em qualquer país ou continente, além disso, as facilidades permitidas pelas inovações e pela evolução tecnológica “criaram” clientes mais exigentes, em busca de produtos com melhor qualidade, menores preços, além da comodidade e agilidade que acompanhem seu novo ritmo de vida. Neste sentido, a logística, que antes era vislumbrada apenas sob a ótica do transporte e infraestrutura, toma novo corpo, assumindo o papel de diferencial competitivo. No entanto, infelizmente no Brasil esta realidade ainda esta longe de se tornar factível, uma vez que grande parte das empresas ainda mantem uma posição defensiva em relação à cadeia logística, responsabilizando neste caso apenas a gestão pública, que por sua vez não garante uma infraestrutura logística competitiva para as empresas. Além disso, o Custo Brasil, citado pelas indústrias, fato que nos últimos anos, vem fazendo o país perder posições importantes no ranking de competitividade global, torna o ambiente internacional menos promissor para as indústrias brasileiras, mesmo para setores considerados “setores tracionais da economia”, como é o caso da indústria calaçadista, que vem a mais de duas décadas amargando a dinimuição de suas exportações frente seus concorrentes internacionais, ao mesmo tempo que que perde espaço para os produtos importados no mercdo interno. No entanto este não é previlegio apenas para esta indústria, uma vez que em contraponto, verificou-se a pressão de um mercado cada mais competitivo e acirrado, em outros setores como de máquinas e equipamentos. Sendo assim e, diante deste pano de fundo, este trabalho tem como objetivo avaliar o papel da a gestão pública, no que tange a logística de transporte internacioanl, com vistas a permitir um ambiente mais competitivo para a indústria brasileira, além de garantir infraestrutura capaz de gerar ganhos competitivos para todos os envolvidos, quer sejam eles empresas, clientes, fornecedores, e mesmo o país, com transbordamentos para a toda a economia.
Abstract: Faced with an increasingly competitive market and strained to stay competitive in the market is no longer advantage for many . Globalization has allowed dramatic changes in commercial activities , as customers and suppliers can be located in any country or continent , in addition, the facilities permitted by innovation and technological change "created " more demanding customers looking for products with best quality, lower prices, and the convenience and flexibility that accompany your new rhythm of life. In this sense, logistics, previously glimpsed only from the perspective of transportation and infrastructure, takes new body , assuming the role of competitive advantage. However, unfortunately this reality in Brazil is still far from becoming feasible, since most companies still maintain a defensive position in relation to the supply chain, responsible solely to the public management , which in turn does not guarantee an infrastructure competitive logistics for companies . In addition, Brazil Cost , quoted by the industries, the fact that in recent years, has been making the country lose important positions in the ranking of global competitiveness, the international environment becomes less promising for Brazilian industries, even for sectors considered "tractional sectors of the economy" as is the case calaçadista industry, which has more than two decades dinimuição embittering the front of its export international competitors while losing space for the products imported mercdo procedure. However this is not just a privilege for the industry , as a counterpoint, there was the pressure of a market increasingly competitive and fierce in other sectors such as machinery and equipment. Therefore, and on this background , this study aims to evaluate the role of public administration, with respect to transportation logistics internacioanl, in order to permit a more competitive environment for the Brazilian industry , and infrastructure to ensure to generate competitive returns for everyone involved , whether they are companies, customers, suppliers and even the country, with spillovers to the whole economy.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3254
Aparece nas coleções:CT - Gestão Estratégica da Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_GEP_X_2012_07.pdf1,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.