Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3408
Título: Remoção de metais pesados de água residuária da suinocultura com o uso de farinha de osso em coluna de leito fixo
Autor(es): Segalla, Samara
Orientador(es): Oliveira, Rafael Montanhini Soares de
Palavras-chave: Adsorção
Águas residuais
Metais pesados
Adsorption
Sewage
Heavy metals
Data do documento: 7-Ago-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Campo Mourao
Referência: SEGALLA, Samara. Remoção de metais pesados de água residuária da suinocultura com o uso de farinha de osso em coluna de leito fixo. 2014. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2014.
Resumo: Um dos principais problemas encontrados nas águas residuárias de suinocultura é a presença de metais pesados, como o zinco e o cobre, que são adicionados à alimentação dos suínos com o objetivo de prevenir doenças e melhorar a digestão. Este projeto tem por objetivo avaliar a possibilidade de uso da farinha de osso bovino para remoção de metais pesados, presentes na água residuária da suinocultura, em coluna de leito fixo. O experimento foi realizado em escala de bancada, na Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus Campo Mourão. A água residuária da suinocultura usada era proveniente de uma granja de suínos, e para sua caracterização foram realizadas as análises de pH, sólidos totais, fixos e voláteis, DQO, nitrogênio, cálcio, cobre e zinco. A farinha de osso foi adquirida em uma floricultura do comércio local, e na sua caracterização foram determinados os parâmetros: pH, teor de umidade, matéria orgânica total, carbono orgânico total, teor de cinzas, cálcio, cobre e zinco. A coluna de leito fixo utilizada no experimento foi constituída de um reator de vidro, com fluxo descendente de 2,5 mL/min durante oito horas. A cada 25 mL de líquido percolado era obtido uma amostra, obtendo no total 38 amostras, para posterior análise de cobre, zinco e cálcio. Não foi observado troca iônica dos metais com o cálcio presente na constituição da farinha de osso, ocorrendo possivelmente, apenas adsorção física nos poros do material biossorvente. Após a passagem da ARS no leito de adsorção, as concentrações de Cu e Zn passaram a atender os padrões de lançamento em corpo receptor previstos na Resolução CONAMA Nº430 de 2011. O biossorvente apresentou uma média de remoção de 86,90% para o metal cobre e de 80,21% de remoção para o zinco. Não foi possível determinar as curvas de ruptura do leito, pois não ocorreu a saturação do biossorvente durante o tempo de experimento considerado. Os resultados demonstraram que a farinha de osso tem potencial para ser utilizada como biossorvente na remoção de metais pesados presentes em diferentes águas residuárias.
Abstract: One of the main problems found in wastewater of pig farming is the presence of heavy metals, like zinc and copper,which are added to pig feed in order to prevent diseases and improve digestion. This project wants to evaluate the possibility of using bovine bone for remove the heavy metals present in pig farming wastewater, in fixed bed column. The experiment was performed in a bench scale at the Federal Technological University of Parana – Campus Campo Mourão. The wastewater used was from a pig farm, and for its characterization, analysis of Ph, total solids, fixed and volatile, DQO, nitrogen, calcium, copper and zinc were realized. The bone meal was purshased in a local floriculture, and in its characterization were determined parameters of: pH, moisture content, total organic matter, total organic carbon, ash content, calcium, copper and zinc. The fixed bed column used in the experiment was made up of a glass reactor with downward flow of 2,5 mL/min for eight hours. Every 25 ml of percolated percolated was obtained a sample. It wasn’t observed ion exchange of metals with the calcium present in the constitution of bone meal, possibly occurring only physical adsorption in the pores of the biosorbent material. After the passage of ARS in adsorption bed, the concentrations of Cu and Zn started to suit the realease patterns in a receiving body laid down in CONAMA Resolution, Nº430 from 2011. The biosorbent showed an average removal of 86.90% for the metal copper and 80.21% for zinc removal. It was not possible to determine the breakthrough curves of the bed because no biosorbent saturation occurred during the time of experiment considered. The results demonstrated that bone meal has the potential to be used as biosorbents in the removal of heavy metals in different wastewaters.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3408
Aparece nas coleções:CM - Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CM_COEAM_2014_1_21.pdf622,68 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.