Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3470
Título: Avaliação da exposição ao ruído ocupacional em galpões de triagem de resíduos recicláveis
Autor(es): Schettini, Cristina Finger Lacerda
Orientador(es): Catai, Rodrigo Eduardo
Palavras-chave: Ruído - Medição
Ruído industrial
Segurança do trabalho
Noise - Measurement
Industrial noise
Industrial safety
Data do documento: 15-Abr-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SCHETTINI, Cristina Finger Lacerda. Avaliação da exposição ao ruído ocupacional em galpões de triagem de resíduos recicláveis. 2014. 62 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
Resumo: A avaliação do ruído ocupacional é de suma importância para prevenir efeitos adversos e por muitas vezes danosos ao sistema auditivo. O trabalho em questão foi embasado em revisão bibliográfica, onde foi explicado a definição do som e as medidas utilizadas, legislações vigentes e aplicáveis para avaliação do ruído e a existência ou não de insalubridade relativa a esse agente físico em dois galpões de triagem de resíduos recicláveis. Inicialmente foram realizadas medições da pressão sonora em ambos os galpões, que têm dois postos de trabalho cada. Os postos avaliados foram o de operador de prensa e segregação de resíduos, cada posto foi avaliado durante uma jornada de trabalho de oito horas. Após tabular os dados foram realizados os cálculos das doses e dos Níveis Equivalentes, já que a população adotada foi homogênea. As legislações utilizadas para os métodos e limites de tolerância foram a NHO01, da Fundacentro, e a NR-15, do Ministério do Trabalho. Avaliando os resultados obtidos pelas contas realizadas é possível afirma que em ambos os postos de trabalhos, nos dois barracões, a atividade desenvolvida não é insalubre. Apesar dos resultados mostrarem que os colaboradores não estão expostos a ruídos danosos, algumas amostragens ficaram acima de 85 DB(A), por essa razão é importante acompanhar as pressões sonoras emitidas pelas prensas verticais, para que futuramente não ocorra danos à saúde dos trabalhadores. Atualmente Equipamentos de Proteção Individuais são distribuídos a todos os associados, o problema é que nem todos utilizam essa ferramenta para se proteger.
Abstract: The assessment of occupational noise is important to prevent adverse effects and often damaging to the auditory system. This dissertation was based on a literature review which explained the definition of the sound and the measures used laws in force and applicable to assessment of noise and existence of unsanitary on this physical agent in two sheds sorting of recyclable waste. Initially the sound pressure measurements were performed in both houses which has two jobs each. The evaluated jobs were of the press operator and segregating waste. Each job was assessed during a 8 hours day. After tabulating the data dose estimates and equivalent level were performed, since the population was homogeneous adopted. The laws used for the methods and tolerance limits were: NHO01, Fundacentro and nr-15 from Ministry of Labour. Evaluating the results obtained by calculations carried out it is clear that both the jobs the activity developed is not unhealthy. Although the results show that employees are not exposed to harmful noise some samples were above 85 db (a) for this reason it is important to monitor the sound pressure emitted by vertical presses.So that health workers do not occur in future damages. Currently personal protection equipment are distributed to all members the problem is that not everyone uses this tool to protect themselves.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3470
Aparece nas coleções:CT - Engenharia de Segurança do Trabalho

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEEST_XXVII_2014_08.pdf3,52 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.