Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3644
Título: Análise de carga em Robo Kuka KR60 para linha de prensa robotizada
Autor(es): Soares, Claudio
Orientador(es): Lima, Carlos Raimundo Erig
Palavras-chave: Robôs industriais
Carga máxima
Estática
Localização de falhas (Engenharia)
Robots, Industrial
Peak load
Statics
Fault location (Engineering)
Data do documento: 25-Nov-2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SOARES, Claudio. Análise de carga em Robo Kuka KR60 para linha de prensa robotizada. 2014. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
Resumo: Esta pesquisa de campo com caso de estudo pretende analisar o esforço de trabalho em um robô cuja tarefa baseia-se na movimentação de peças automotivas estampadas em uma linha de prensas até a esteira de saída. Este equipamento tem apresentado uma frequência de falha mecânica mais elevada do que outros robôs usados no mesmo processo, mesmo funcionando com uma carga estática mais baixa em comparação com os outros. O resultado do projeto tem a intenção de identificar o ponto crítico no processo e as causas de falha.
Abstract: This field research with a case study want to analyze the work strain in a robot, used to transfer automotive parts from a stamping press line to the end of line conveyor. This equipment has presented a higher mechanical fault frequency than other robots used in the same process, even working with a lower static load compared to others. The project result intends to identify the critical point in the process and the failure root cause.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3644
Aparece nas coleções:CT - Automação Industrial

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CEAUT_V_2014_08.pdf1,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.