Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3691
Título: Otimização do processo de concentração do ácido alfa-linolênico baseado na formação de adutos com ureia: efeito da temperatura e da quantidade de ésteres metílicos
Autor(es): Oliveira, Marina de
Orientador(es): Martins, Clayton Antunes
Palavras-chave: Ácidos graxos
Química analítica
Fatty acids
Chemistry, Analytic
Data do documento: 4-Set-2013
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Toledo
Referência: OLIVEIRA, Marina de. Otimização do processo de concentração do ácido alfa-linolênico baseado na formação de adutos com ureia: efeito da temperatura e da quantidade de ésteres metílicos. 2013. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Toledo, 2013.
Resumo: O ácido alfa-linolênico (AAL) tem uma importante função no organismo, que está associada à diminuição do risco da doença cardiovascular. Além disso, atua como precursor dos ácidos eicosapentaenoico (EPA) e docosahexaenóico (DHA), que apresentam efeitos fisiológicos favoráveis em relação ao controle e a prevenção de doenças cardiovasculares, hipertensão, depressão, distúrbios inflamatórios e autoimunes e alterações neurológicas. As principais fontes do AAL são os óleos de linhaça, canola, perila, chia e peixes de origem marinha. Existem diversos métodos para concentrar o AAL, porém a formação de adutos com ureia destaca-se devido ao baixo custo e aos níveis elevados de rendimento. Assim, o objetivo deste estudo foi otimizar o aumento da concentração do AAL proveniente do óleo de linhaça, por meio da formação de complexos de adição com a ureia, utilizando um planejamento fatorial 2³, tendo como fatores: razão massa de ureia/massa de ésteres metílicos de ácidos graxos (A); temperatura de reação (B) e condição de tempo e temperatura de cristalização (C). O modelo obtido para a superfície de resposta, em termos das variáveis codificadas (Y = 76,79 + 2,54A – 0,60B + 3,19C – 3,84AC + 1,27ABC), apresentou coeficiente de determinação de 0,9850, sendo altamente significativo (p < 0,0001). O ponto ótimo foi determinado pelo método SIMPLEX, tendo os valores de 2 para o fator A, 50 °C para B e a condição 2, de resfriamento mais lento para C. Nesta condição, o teor de AAL foi de 83,14%, correspondendo a um aumento de 50,32% na concentração deste ácido, em relação ao seu teor no óleo de linhaça (55,31%). A obtenção de concentrados de AAL permite a incorporação deste ácido graxo n-3 em alimentos industrializados, sem aumentar de forma significativa o teor de lipídios do alimento.
Abstract: The α–linolenic acid has an important function in the body, which is associated with decreased risk of cardiovascular disease. Furthermore, it acts as a precursor of eicosapentaenoic (EPA) and docosahexaenoic acid (DHA), which have favorable physiological effects related to the control and prevention of cardiovascular disease, hypertension, depression, inflammatory and autoimmune disorders and neurological disorders. The main sources of ALA are flaxseed oil, canola oil, perilla, chia and fish of marine origin. There are several methods to concentrate the ALA, but the formation of adducts with urea stands out due to low cost and high levels of efficiency. The objective of this study was to optimize the concentration of ALA from linseed oil, through the formation of complexes added with u rea, using a factorial design 2³, with the factors: mass ratio of urea / mass esters fatty acid methyl (A), reaction temperature (B) and weather condition and crystallizatio n temperature (C). The obtained model for the response surface in terms of the coded variables (Y = 76,79 + 2.54 A – 0.60 B + 3.19 C – 3.84 1.27 AC + ABC), showed a correlation coefficient of 0.9850 and highly significant (p <0.0001). The optimum was determined by SIMPLEX, having values of 2 for factor A, 50 ° C to B and condition 2, cooling slower to C. In this condition, the content of ALA was 83,14%, corresponding to a 50,32% increase in the concentration of the acid in relation to their amount in the linseed oil (55,31%). The obtained concentrate ALA allows the incorporation of the n-3 fatty acid in foods, without significantly increasing the lipid content of the food.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3691
Aparece nas coleções:TD - Tecnologia em Processos Químicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TD_COPEQ_2013_1_03.pdf753,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.