Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3759
Título: O ensino de línguas estrangeiras no Brasil: um processo excludente
Autor(es): Quadrado, Alessandro França
Orientador(es): Barsotti, Carla
Palavras-chave: Línguas modernas
Língua inglesa - Estudo e ensino
Linguagem e línguas - Estudo e ensino
Languages, Modern
English language - Study and teaching
Language and languages - Study and teaching
Data do documento: 2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: QUADRADO, Alessandro França. O ensino de línguas estrangeiras no Brasil: um processo excludente. 2014. 16 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
Resumo: A disciplina de Línguas Estrangeiras Modernas está inserida no currículo das escolas regulares brasileiras por força da lei. No entanto, sua inserção não garante um processo de ensino-aprendizagem efetivo. Diante disto, tornou-se comum buscar cursos livres de idiomas que preencham a lacuna deixada pela escola. Sob esta perspectiva, o ensino-aprendizagem das línguas estrangeiras limita-se, na maioria das vezes, a um número reduzido de alunos que a abordam frequentemente por um viés instrumental nos cursos livres, os quais proporcionam aprendizado das diferentes habilidades linguísticas, mas que, geralmente, não trazem a reflexão crítica necessária a uma formação integral emancipadora. Neste panorama, este artigo tem por objetivo contextualizar o ensino aprendizado de línguas estrangeiras no Brasil partindo de um breve histórico acerca das Línguas Estrangeiras Modernas no Ensino Regular Brasileiro e sua condição nos dias de hoje. Além disso, discute-se a relevância desta disciplina no contexto da educação básica como formação essencial. Finalmente são elencados alguns fatores condicionantes que podem auxiliar a reverter o processo excludente de ensino destas línguas no Brasil. O artigo reúne argumentos que demonstram a relevância desta disciplina para uma educação includente, bem como aponta alguns condicionantes para que sua inserção na escola regular seja efetiva.
Abstract: The academic discipline of Foreign Languages is embedded in the curriculum of Brazilian schools by law. However, its inclusion does not guarantee its teaching process to be effective. Given this, private language courses have bridged the gap left by the school. From this perspective, the teaching and learning of foreign languages is limited to a number of students that study them according to an instrumental bias in these courses, which provide the learning of language skills, but that usually don’t bring critical thinking necessary for an emancipatory education. Against this background, this article aims to contextualize foreign language teaching in Brazil starting with its brief history and current situation. Furthermore, the relevance of this discipline in the context of basic education is discussed as something essential. Finally are listed some conditioning factors that can help to reverse the exclusionary process of foreign language teaching in Brazil.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3759
Aparece nas coleções:CT - Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CELEM_2013_1_01.pdf361,18 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.