Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3766
Título: O papel do letramento no ensino de LE para crianças recém-alfabetizadas em LM
Autor(es): Sereda, Natacha Maria Maranhão
Orientador(es): Polchlopek, Silvana Ayub
Palavras-chave: Línguas modernas
Aprendizagem - Crianças
Aquisição da segunda língua
Languages, Modern
Learning - Childrens
Second language acquisition
Data do documento: 2014
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Curitiba
Referência: SEREDA, Natacha Maria Maranhão. O papel do letramento no ensino de LE para crianças recém-alfabetizadas em LM. 2014. 15 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2014.
Resumo: O interesse por esta pesquisa surgiu das reflexões da pesquisadora enquanto professora de francês língua estrangeira para crianças e de questionamentos provocados a partir de estudos sobre o letramento. Percebeu-se um encanamento de crianças ao ouvir histórias e manipular textos escritos em língua estrangeira mesmo sem dominá-la. A pesquisa buscou responder se práticas de letramento em sala de aula de LE podem ser uma via de acesso a aprendizagem de LE. Realizou-se uma pesquisa exploratória de orientação qualitativa, abordando o processo do conhecimento em LE numa perspectiva sócio-histórica de letramento. Para isso, procurou-se articular as discussões sobre letramento como uma prática social e a teoria da aprendizagem vigotskiana. As discussões teóricas se seguiram ponderando sobre as relações que se podem estabelecer entre letramentos em língua materna e língua estrangeira. Pode-se afirmar que crianças que ainda não decifram o código escrito da LE e que pouco conhecem do léxico da LE, podem sim ser consideradas letradas em LE caso se envolvam em práticas sociais de leitura e escrita e façam uso dessa linguagem, mesmo que intermediados por um indivíduo alfabetizado.
Abstract: The interest for this research arose from the reflections of the researcher as a French foreign language teacher to children and from questions emerged from literacy studies. It was noticed an enchantment of children when listening to stories and handling texts written in a foreign language even without fully understanding it. The research sought to answer whether literacy practices in a FL classroom could be a gateway to FL learning. An investigative research of qualitative orientation was held, focusing on FL knowledge process in a sociohistorical perspective on literacy. For this, it was sought to articulate discussions on literacy as a social practice and on vygotskian learning theory. Theoretical discussions ensued pondering the relationships that can be established between mother tongue literacy and foreign language. It can be stated that children who have not yet deciphered the written code of FL and know little of the lexicon of FL, can be considered literate in FL if engaged in social practices of reading and writing and make use of this language, even if intermediated by a literate person.
URI: http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3766
Aparece nas coleções:CT - Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CT_CELEM_2013_1_09.pdf182,15 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.